Para os médicos ele é um sobrevivente, para os colegas de escola e vizinhos é um herói. Mateus, de 8 anos, saiu vivo após cair e ficar preso dentro de um buraco por oito dias. O acidente ocorreu enquanto ele brincava próximo da sua casa, na periferia de Senador Canedo, a 15 quilômetros de Goiânia, em 9 de dezembro. A criança foi resgatada pelos bombeiros no domingo.

Vestido apenas com um calção, Mateus viveu num espaço com 1,50 metro de diâmetro e 6 metros de profundidade, matou a fome comendo lama e capim e matou a sede tomando água da chuva. Para se abrigar do frio, cobriu-se com lama. Segundo afirmou no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia, onde está internado para observação por 48 horas, o medo foi uma companhia constante. ‘Gritava, mas ninguém me ouvia, gritei até cansar’, disse Mateus. O menino foi descoberto por Valdeci do Nascimento, dono da área onde está o buraco, no domingo à tarde.