O governo de Taiwan iniciou, neste domingo (18), a distribuição de vouchers de compra para cada um dos habitantes da ilha, como parte de um plano de US$ 2,5 bilhões a fim de estimular a debilitada economia do país.

Os funcionários do governo começaram a distribuir os vouchers em mais de 14 mil residências. Cada um dos 22,7 milhões de cidadãos tem o direito de receber o incentivo, no valor de 3,600 dólares taiwaneses (US$ 107). A ideia dos vouchers, que podem ser utilizados para aquisição de alimentos, roupas e até equipamentos eletrônicos, foi anunciada pela primeira vez em novembro do ano passado.

Defensores do plano disseram que o “voucher” poderia dar uma injeção de ânimo à economia do país, enquanto críticos do projeto o classificaram como “um gasto de dinheiro”, com uma despesa estimada em 85 bilhões de dólares taiwaneses (US$ 2,53 bilhões).

O plano, proposto pelos principais economistas do Conselho para Planejamento e Desenvolvimento Econômico da ilha, está baseado numa iniciativa similar adotada pelo Japão em 1999. Entre outras medidas para impulsionar a economia taiwanesa, o Banco Central do país cortou os juros do empréstimo seis vezes nos últimos três meses. As informações são da Dow Jones.