A Grécia continuou a atingir suas metas orçamentárias nos 11 meses do ano, mostraram dados do governo nesta sexta-feira, já que a contenção com gastos mais do que compensou a arrecadação aquém do alvo de receitas.

Segundo um comunicado do Ministério de Finanças, o superávit primário do governo central – que não leva em conta o pagamento de juros – subiu para 3,53 bilhões de euros (US$ 4,4 bilhões) para o período entre janeiro a novembro, o que está acima da meta estabelecida pelos credores internacionais da Grécia, de 2,9 bilhões de euros. O resultado também superou o superávit primário de 2,78 bilhões de euros em igual período do ano anterior.

Os gastos de Orçamento do Estado totalizaram 47,7 bilhões de euros, menos do que a meta de 49,6 bilhões de euros definida pelos credores. Isso ajudou a compensar a cobrança de receitas que chegou a 45,9 bilhões de euros no período de 11 meses, 2,5% menos do que a meta de 47,0 bilhões de euros. Fonte: Dow Jones Newswires.