O ingresso de investimentos diretos (IED) no País atingiu em junho o maior valor da história: US$ 10,318 bilhões. No acumulado do ano, com esse resultado recorde, o IED subiu para US$ 20,864 bilhões, o equivalente a 4,02% do Produto Interno Bruto (PIB). O último recorde tinha sido alcançado em agosto de 2004 quando ingressaram no País US$ 6,089 bilhões.

No período de 12 meses, até junho, o fluxo de investimentos diretos subiu para US$ 32,261 bilhões ou 2,81% do PIB.