A maioria das grandes economias do mundo está indo em direção a um período de crescimento mais lento e é cada vez mais provável que os EUA também tenham esse destino, afirmou a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O índice de indicadores antecedentes dos 34 membros da OCDE caiu para 102,2 em junho, de 102,5 em maio, sugerindo que o crescimento global vai continuar se desacelerando.

Entre as economias desenvolvidas, os indicadores antecedentes apontam para desaceleração no Canadá, França, Alemanha, Itália e Reino Unido. Também há sinais fracos sobre EUA, Japão e Rússia.

“Em comparação com a avaliação do mês passado, há sinais mais fortes de pontos de virada nos ciclos de crescimento de EUA, Japão e Rússia”, afirmou a OCDE. O indicador antecedente dos EUA caiu para 103,1 em junho, de 103,3 em maio, e o do Japão recuou para 103,6, de 103,8.

Entre as economias em desenvolvimento já há sinais de desaceleração no Brasil, China e Índia. O indicador antecedente do Brasil caiu para 96,6 em junho, de 97,7 em maio, o da China diminuiu para 99,9, de 100,2, e o da Índia declinou para 96,1, de 97,0.

O nível de 100 indica a tendência de longo prazo na taxa de crescimento de cada país. As informações são da Dow Jones.