Brasília 

– Empresários do Mercosul e da União Européia pediram aos governos e negociadores oficiais uma maior flexibilização para tratar as questões mais polêmicas do comércio internacional entre os dois blocos econômicos. Reunidos em Brasília pelo Fórum Empresarial Mercosul-União Européia, eles expressaram preocupação pelo fracasso da reunião ministerial da Organização Mundial do Comércio, ocorrida em Cancún, no mês de setembro.

“Após Cancún, é necessário um esforço para se avançar em todos os temas agrícolas no âmbito birregional”, diz o documento assinado pelos executivos, que avaliaram dois pontos principais: a redução de barreiras tarifárias e dos subsídios aos produtores agrícolas e exportadores europeus, tema que favorece o Mercosul. O outro, benéfico à União Européia, abordou os temas de Cingapura.