Como é feito o isolamento social de quem está com sintomas de coronavírus? E o acompanhamento dessas pessoas, como a prefeitura de Curitiba monitora? Essas respostas e outras dicas para o isolamento você se informa no guia abaixo.

Os questionamentos foram respondidos baseados nas informações da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba (SMS), Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) e da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). Mas, se você ainda não sabe se está infectado e tem suspeita de estar com covid-19, veja qual procedimento seguir e como pedir ajuda aqui.

LEIA MAIS: Medidas mais radicais contra a covid-19 foram tomadas por culpa do curitibano

Quando é hora de buscar ajuda em uma unidade de saúde?

Para as pessoas que estão com sintomas da infecção, a indicação é de ligar para a Central de Teleatendimento da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba no telefone 3350-9000 que fará o monitoramento do caso. No entanto, se perceber agravamento dos sintomas como febre alta por mais de 24 horas e falta de ar, com dificuldade para respirar quando fizer atividades básicas como andar e falar, deve procurar um serviço de saúde como UPA ou hospital.  

Quanto tempo é o isolamento em casa de quem foi infectado pelo coronavírus? 

Quem recebeu diagnóstico de infecção recente da covid-19 ou mesmo quem está com os sintomas mais comuns da infecção pelo novo coronavírus, como febre, tosse seca, diminuição do olfato ou do paladar, por exemplo, deve permanecer em isolamento por pelo menos 14 dias após o início dos sintomas. Utilize apenas medicamentos recomendados pelo seu médico.

Como é o isolamento? Tem que ficar sozinho no quarto? Não pode ter contato com outras pessoas da casa? 

Nesse período de isolamento de 14 dias, a pessoa com infecção deve se evitar o contato até mesmo com os moradores da casa, especialmente se forem pessoas do grupo de risco, como idosos ou pessoas com doenças crônicas. A distância mínima das demais pessoas é de no mínimo 1,5 metro.

Além disso, a pessoa isolada deve manter as medidas preventivas para não passar a doença: usar sempre máscara, não compartilhar objetos, lavar frequentemente as mãos. Em relação ao ambiente, limpar frequentemente as superfícies com desinfetantes ou álcool 70%, manter as janelas abertas para a circulação do ar. Esses são os cuidados gerais que a pessoa deve ter na atual situação.

E a utilização do banheiro e itens de cozinha?

A recomendação é que o infectado utilize um banheiro exclusivo. Se houver apenas um banheiro na casa, o paciente infectado ou com suspeita de estar infectado precisa desinfetar ele mesmo todas as superfícies cada vez que vai ao banheiro: vaso sanitário, interruptores, maçaneta, descarga, box e regulador de temperatura do chuveiro, por exemplo. Itens como sabonete, escova e pasta de dente não devem ser compartilhados. O mesmo vale para utensílios de cozinha. 

Outros cuidados básicos na casa

Lavar as roupas do infectado com frequência e secar em local arejado. A pessoa que for limpar a casa precisa estar usando máscaras e luvas. Sabão, álcool 70% e demais desinfetantes são eficientes para a limpeza.

VIU ESSA? – Sem fechar serviços não essenciais, Curitiba não teria UTI pra todos, dizem autoridades de saúde

Como é o acompanhamento médico do paciente em casa? Como a prefeitura faz esse acompanhamento? 

Todo paciente com infecção pelo novo coronavírus é acompanhado diariamente pela Central de Teleatendimento da Secretaria Municipal da Saúde, que atende pelo telefone 3350-9000. Além das conversas telefônicas, o paciente também pode ser encaminhado para a teleconsulta. Quando o Teleatendimento avalia que há alguma piora no quadro clínico, o paciente recebe a recomendação para procurar um serviço de saúde, UPA ou hospital para avaliação presencial. 

Depois de quanto tempo posso voltar a sair de casa? Preciso fazer quantos testes para saber se estou curado?

A liberação do isolamento é feita depois do 14.º dia de isolamento caso o paciente esteja a três dias sem os sintomas da infecção. E não há necessidade de novos testes para o retorno às atividades.

Me curei do coronavírus, estou livre de ser infectado de volta? 

Ainda não há certeza sobre isso. Estudos ainda estão em andamento para determinar, entre muitas coisas, se ou por quanto tempo dura a imunidade após a doença. Como não há nada certo sobre isso, quem já se curou da covid-19 deve tomar os mesmos cuidados de toda a população, já que não se sabe se quem já foi infectado pega a doença novamente.

Se eu já tive a doença, posso transmitir para outras pessoas?

Após o período de isolamento, a possibilidade de transmissão é muito baixa. Sabe-se que a transmissão costuma ocorrer pela inalação ou contato com as secreções contaminadas, como gotículas de saliva; espirro; tosse; se colocar a mão em objetos ou superfícies contaminadas e em seguida levá-la à boca, nariz ou olhos. Mesmo assim, a pessoa deve tomar todos os cuidados, já que, se ela tocar em uma superfície contaminada e cumprimentar outra pessoa, por exemplo, ela passa o vírus.

Entenda as diferenças dos sintomas de coronavírus, resfriado e gripe

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais:


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?