Dezenas de manifestantes fazem um ato no Centro de Curitiba contra o aumento da passagem de ônibus, na noite desta terça-feira (26). O protesto começou na Praça Rui Barbosa e o grupo seguiu pela Rua André de Barros em direção ao terminal Guadalupe, por volta das 19h40. O trânsito teve bloqueios temporários e causou lentidão na região. A tarifa vai subir de R$ 4,25 para R$ 4,50 na próxima quinta-feira (28).

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Às 19h40, os manifestantes chegaram ao terminal Guadalupe e fecharam parte do local. Por isso, ônibus metropolitanos devem ter dificuldades para chegar e deixar o terminal. Policiais militares acompanham o protesto e agentes da Superintendência de Trânsito de Curitiba (Setran) orientam o trânsito nas ruas próximas.

Algumas linhas de ônibus que passam pela André de Barros ficaram paradas enquanto a via não era liberada. Outras linhas que transitam pela Avenida Marechal Floriano Peixoto e Rua Lourenço Pinto foram parcialmente interrompidas enquanto o protesto passava. A rua André de Barros ficou parcialmente bloqueada até por volta de 20h, quando o protesto chegou ao fim.

O valor ficou definido após o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior (PSD), confirmar subsídio para o sistema. Serão R$ 40 milhões de verba estadual – a prefeitura de Curitiba vai injetar outros R$ 40 milhões.

Mais de 50 mil pessoas devem deixar Curitiba pela rodoviária no Carnaval