Assim como em várias cidades do país, manifestantes saem às ruas de Curitiba neste domingo (30) em apoio ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, à Operação Lava Jato e ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Serão dois atos distintos no mesmo dia: uma carreata que vai do Parque Barigui ao bairro Parolin, pela manhã, e um protesto fixo na Boca Maldita, no Centro da capital paranaense. Os manifestantes também cobram agilidade do Congresso na aprovação da Reforma da Previdência e defendem a autonomia do governo federal.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

A agenda de atos é nacional e começou a se desenhar depois da divulgação de mensagens supostamente trocadas entre o ex-juiz federal e integrantes do Ministério Público Federal. Mas a negativa do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação a um pedido de soltura imediata do ex-presidente Lula aumentou ainda mais a temperatura dos movimentos sociais em apoio a Moro e à força-tarefa. A decisão foi tomada por 3 votos a 2, o que expõe um racha entre os ministros. A matéria volta a ser analisada pela Corte nos próximos meses.

Atos

A concentração da carreata será no estacionamento do Parque Barigui, a partir das 10 horas. A ideia é que os participantes saiam do local por volta das 11 horas e, de lá, percorram a Avenida Cândido Hartmann, as ruas Francisco Rocha, Martim Afonso e Alferes Ângelo Sampaio, a Avenida Silva Jardim até o Viaduto Colorado, depois a Avenida Comendador Franco até a Linha Verde, e então passem pelas ruas João Marchesini e Wilson Feijó e cheguem à Havan Parolin.

+ Leia mais: Homem é morto a facadas em ‘condomínio’ improvisado debaixo de ponte do Rio Atuba

O evento é organizado pelos movimentos Nova República, Desocupa Curitiba, Direita Tamandaré, Direita Endireita Brasil, Direita Independente, Frente Brasil Livre e Frente Conservadora Paraná. No pátio da loja de departamentos, os participantes do protesto devem executar o hino nacional e discursos também estão previstos antes do encerramento.

Já a Boca Maldita recebe um ato fixo organizado pelos movimentos Curitiba Contra a Corrupção e Acampamento Lava Jato com apoio de outras entidades. A concentração para esse evento começa às 15 horas e a expectativa é de que o encerramento seja por volta das 17 horas.

+ Leia ainda: Calor em Curitiba e nas praias! Veja a previsão para o último fim de semana antes do retorno do frio

A iniciativa contará com apoio de equipes da Polícia Militar. E, para não interferir na Marcha pela Diversidade, os organizadores da mobilização estudam a possibilidade de fazer a dispersão pela Praça Osório.

Desespero, horror e impotência: vizinhos contam o que viveram após explosão em apartamento