O Madalosso, o restaurante mais tradicionais de Curitiba, vai reabrir após ficar 60 dias de portas fechadas por causa da pandemia de coronavírus. A reabertura do Novo Madalosso, porém, não será como antes. A data não foi divulgada.

O restaurante, que consegue atender mais de 5 mil pessoas, terá capacidade reduzida. Primeiro com 400 lugares, depois mil e em seguida 2 mil, dependendo do andamento da pandemia. “Com eles fechados Santa Felicidade não rende. Viva Curitiba”, disse o prefeito Rafael Greca (DEM) no Facebook.

O anúncio da reabertura veio junto com a doação do restaurante de 4 mil máscaras e também de escudos faciais. “Quatro mil máscaras serão distribuídas em terminais para aquelas pessoas que ainda insistem em andar sem. As máscaras escudos serão montadas e distribuídas para as pessoas que têm risco no contato com os demais”, disse o prefeito.

O restaurante, inaugurado em 1963 por Flora Madalosso, cuja história virou um livro, anunciou recentemente um sistema de drive-in durante a pandemia, com cinema, polenta e refrigerante.

#CuritibaContraVírus Ato no Paço Solar 29 de Março marcou o dia da reabertura do Restaurante Madalosso depois de 60 dias fechado.O grande espaço da Gastronomia Curitibana volta a funcionar com distanciamento social e responsabilidade. Primeiro com 400 lugares podendo evoluir para 1000 e depois 2000 clientes por vez. A capacidade total passa de 5 mil lugares sentados. Celebrando sua nova marca , um Galo feito de fios de macarrão com a legenda #FamiliaMadalosso, os jovens empresários Marlus e Bruno Bertoli, Lorenzo Madalosso, netos e sobrinho da valorosa dona Flora Madalosso Bertoli, doaram – para distribuição pela FAS -Fundação de Ação Social de Curitiba – 4000 máscaras e escudos protetores. #VivaCuritibaViva #BoaNoiteDoPrefeitoGreca

Posted by Rafael Greca de Macedo on Tuesday, May 19, 2020

Ainda no ato da entrega das máscaras, Greca falou que pode flexibilizar o funcionamento da cidade, mas que fará isso apenas com o aval da área da saúde. “Temos uma ocupação de 38% das 207 UTIs já abertas na cidade. Nós podemos flexibilizar o funcionamento de Curitiba, mas queremos fazê-lo sempre ouvindo a saúde pública e infectologistas, para não perdermos mais ninguém além dos 34 que já perdemos e que lamentamos tanto”, disse.

A prefeitura de Curitiba sofre uma grande pressão dos proprietários de shoppings, que apresentaram um conjunto de regras para tentar reabrir os estabelecimentos.

Abertura do novo Madalosso inaugura a nova marca do logo do restaurante. Foto: Divulgação.

Precisamos do seu apoio neste momento!

Este conteúdo te ajudou? Curtiu a forma que está apresentado? Bem, se você chegou até aqui acredito que ficou bacana, né?

Neste cenário de pandemia, nós da Tribuna intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise. Bora ajudar?

Ao contribuir com a Tribuna, você ajuda a transformar vidas, como estas

– Pai vende vende 1000 bilhetes de rifa com a ajuda da Tribuna pra salvar o filho
– Leitores da Tribuna fazem doação de “estoque” de fraldas para quíntuplos
– Leitores se unem para ajudar catadora de papel de 72 anos

E tem várias outras aqui!

Se você já está convencido do valor de sua ajuda, clique no botão abaixo