Um marco!

Google homenageia curitibana Enedina Alves Marques, primeira engenheira a se formar na UFPR

Imagem mostra a engenheira Enedina Alves Marques
Enedina Alves Marques nasceu em 1913, em Curitiba, e morreu aos 68 anos, em 1958, vítima de um infarto. Foto: Reprodução.

A curitibana Enedina Alves Marques é a homenageada desta sexta-feira 13 pelo Google. O site de buscas utilizou a história da primeira mulher negra se formar em engenharia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 1945. Enedina Alves Marques nasceu em 1913, em Curitiba, e morreu aos 68 anos, em 1981, vítima de um infarto. A homenagem está no Doodle desta sexta-feira 13.

Na homenagem o Google destaca o 110º aniversário de Enedina Alves Marques. A engenheira aparece em uma ilustração em frente a uma usina hidrelétrica. Mas quem é Enedina Alves Marques? Dentre vários destaques na carreira, em 1947, Enedina trabalhou no Plano Hidrelétrico do estado e atuou no aproveitamento das águas dos rios Capivari, Cachoeira e Iguaçu. Por falar em UFPR, nesta sexta-feira 13 a universidade revela a lista de aprovados no seu vestibular

Dentre outras de obras em seu currículo, destacam-se o Colégio Estadual do Paraná e a Casa do Estudante Universitário de Curitiba. Uma curiosidade da carreira de Enedina é que, para se respeitada nas obras em que era responsável, ela levava uma arma na cintura, disparando tiros para o alto para se fazer respeitar entre os homens da construção.

Imagem mostra a homenagem do Google para a engenheira curitibana Enedina Marques
O site de buscas utilizou a história da primeira mulher negra se formar em engenharia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 1945. Foto: Reprodução/Google.

Legado de Enedina Alves Marques

Enedina tem uma rua da Vila Oficinas, no bairro Cajuru, batizada com o seu nome. A engenheira tem ainda uma inscrição no Memorial à Mulher Pioneira, local construído pelas Soroptimistas, organização internacional voltada aos direitos humanos, da qual participou. Já em 2006 foi fundado o Instituto de Mulheres Negras Enedina Alves Marques, em Maringá. Em 2014, uma campanha pela internet pedia que o Edifício Teixeira Soares, ex-RFFSA, adquirido pela UFPR, fosse renomeado em sua homenagem.

Em 2019 a Assembleia Legislativa do Estado do Paraná aprovou o projeto de lei que denomina Engenheira Enedina Alves Marques o trecho da PR-340 entre Cacatu e Cachoeira de Cima, no município de Antonina, no Litoral paranaense.

Avenida importante de Curitiba vive impasse! Qual é a melhor solução?
Vote na enquete!

Avenida importante de Curitiba vive impasse! Qual é a melhor solução?

Empresário de Curitiba conquista todos com esse veículo famoso na Índia
Amarelo simpático!

Empresário de Curitiba conquista todos com esse veículo famoso na Índia

Rapazes têm dia digno de
VÍDEO

Rapazes têm dia digno de “Superhomem” em Curitiba; O que eles fizeram foi INCRÍVEL!!!

Whatsapp da Tribuna do Paraná
RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba as notícias do seu bairro e do seu time pelo WhatsApp.