A chuva que caiu em Curitiba registrou pontos de alagamento e destelhamento de residências na tarde desta quarta-feira (10). Segundo a prefeitura, a Guarda Municipal (GM) fez a entrega de lona para atender imóveis afetados pela chuva nos bairros Cajuru, Sítio Cercado e Guabirotuba.

+ VOCÊ VIU? Há um ano não chovia tanto em Curitiba; será que teremos toró no feriado também?

Já os alagamentos foram registrados pela Defesa Civil nos bairros Pinheirinho, Cajuru e Rebouças. Também foi registrada a queda de uma árvore de pequeno porte no Alto Boqueirão, com bloqueio parcial de uma rua. No Rebuças, a prefeitura registrou pontos de alagamento na Rua Brasilio Itiberê, próximo as ruas Desembargador Westphalen, Alferes Poli e 24 de Maio. A orientação é de que o motorista evite a região.

De acordo com o Simepar, Curitiba registrou entre 12h e 14h30 um volume de 40,4 mm de chuva. Conforme o boletim divulgado pela prefeitura por volta das 14h40, além da Defesa Civil e da GM, equipes da Fundação de Ação Social (FAS), da Superintendência de Trânsito (Setran) e do Meio Ambiente estão mobilizadas para atender a população.

+ Leia mais: Chuva interrompe momentaneamente rodízio de água em parte da região metropolitana de Curitiba

A prefeitura também informa que a Central 156 está disponível para o cidadão que precisar comunicar a queda de árvores ou outras ocorrências. Pelo site do 156 ou pelo aplicativo do serviço, o atendimento é feito por ordem de chamada e também de acordo com a gravidade da situação relatada.

CHUVA EM CURITIBA

Apesar dos danos, a chuva é bem-vinda. A chuva que cai desde terça-feira (9) em Curitiba e região já fez com que o rodízio no abastecimento de água fosse suspenso momentaneamente em bairros de São José dos Pinhais e Fazenda Rio Grande. O Paraná atravessa a pior estiagem dos últimos 100 anos.

Evite sair de casa

Enquanto estiver chovendo, a orientação da Defesa Civil é de que se evite sair de casa. Se a pessoa já estiver na rua, deve evitar se abrigar embaixo de árvores e de estruturas metálicas. Debaixo de chuva, o motorista deve redobrar a atenção e reduzir a velocidade.

VEJA MAIS – Com Guaratuba, todas cidades com praias terão bloqueio sanitário no feriado de Corpus Christi

A Defesa Civil registra as ocorrências que chegam ao município pelo telefone de emergência 199 e, também, pelo 156 e pelo 153 da Guarda Municipal. Outras situações decorrentes de chuvas ou temporais podem ser atendidas pelo Corpo de Bombeiros (193) e pela Copel.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?