Evento que marca o fim da temporada, o carnaval é a última oportunidade de o comércio do litoral do Paraná lucrar no verão. A Polícia Militar (PM) não revelou a expectativa do público que vai curtir da folia nas praias. O comerciantes, entretanto, focam no carnaval como oportunidade de recuperar parte das vendas fracas de fevereiro.

Três causas frearam as vendas no litoral em fevereiro: os alagamentos que vieram com as fortes chuvas , a volta às aulas mais cedo e a economia brasileira mais lenta. A expectativa de recuperação econômica, porém, ainda conta com um último suspiro: o fim de semana de carnaval. E para isso, vale um pedido para São Pedro segurar a chuva, que por sinal deve atingir a região pelo menos nesta sexta-feira, até uma programação cultural gratuita e variada para o público.

LEIA MAIS – Vai pegar a estrada no Carnaval? Veja o horário com menor movimento

Segundo a Associação de Hotéis, Pousadas, Restaurantes, Bares, Casas Noturnas e Similares do Litoral Paranaense (Assindilitoral), o carnaval de 2020 deve apresentar movimento 20% menor do que em 2019. “Em janeiro, até tivemos uma boa presença de veranistas, a partir da festa do Ano Novo, mas isso não se refletiu totalmente no setor financeiro. As pessoas ainda se seguraram para gastar. Em fevereiro, a volta das aulas foi cedo e isso sempre impacta no movimento”, explica o presidente da Assindilitora, Carlos Adalberto Freire. Segundo Freire, as enchentes de fevereiro também afastaram o público. “Ficamos com um movimento como se fosse de baixa temporada, principalmente nesta última semana”, reclamou.

Segurança

Para as forças de segurança, a Operação Verão Maior termina dia 1.° de março, quando parte das equipes das polícias Militar, Civil e do Corpo de Bombeiros que reforçaram a segurança pública nas praias começam a retornar para suas bases – anteriormente, a Tribuna informou erradamente que os efetivos voltariam na Quarta-Feira de Cinzas (26). A operação começou dia 20 de dezembro de 2019.

Antes de voltarem às suas bases, os efetivos terão bastante trabalho durante o Carnaval – o período mais crítico em termos de segurança no verão, junto com o réveillon.  

A PM vai reforçar o trabalho durante a folia em toda a costa paranaense. Entre as principais ações, 26 câmeras de segurança de alta definição serão colocadas em locais estratégicos, onde há maior aglomeração de pessoas. O patrulhamento atuará com efetivo reforçado em locais, incluindo a orla e à beira-mar.

Já o Corpo de Bombeiros manterão seus 91 postos de guarda-vidas em atividade  das 8h às 19h – na Ilha do Mel, o horário vai ser das 9h às 19h.