Uma execução dentro de uma loja de conveniência em um posto de gasolina numa das regiões mais movimentadas de Curitiba chocou a população nesta quinta-feira (11), feriado de Corpus Christi. Dois homens foram baleados à queima roupa e morreram após uma discussão ainda sem motivação confirmada. A cena foi testemunhada por várias pessoas no estabelecimento, que fica na esquina da Avenida Vicente Machado com a Brigadeiro Franco.

**Atualização! Presos irmãos suspeitos de duplo homicídio em posto. Um deles tinha mudado o visual

As imagens do circuito interno de segurança vão ajudar a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa a investigar o caso. Pelas primeiras informações, confirmadas pela própria DHPP, tratou-se de um acerto de contas. “Pelo que analisamos pelas imagens do circuito interno de monitoramento e documentos que estavam de posse da vítima, foi um acerto de contas. Deveriam existir dívidas e depois de cobrar, teve desacerto, entraram em discussão e saíram os disparos”, afirmou o delegado Thiago Nóbrega à RPC.

+ Veja também: Preso um dos suspeitos de matar dois homens em posto de gasolina no Centro de Curitiba

Uma das vítimas é um advogado de 40 anos. Um amigo, que o acompanhava, também foi baleado e morreu. O crime aconteceu por volta das 17h. “Estamos coletando detalhes, temos muitas digitais, temos imagens e com as perícias conseguiremos entender o porquê deste crime”, finalizou.

+ Leia mais: Mortes por covid-19 em Curitiba DOBRAM em apenas 18 dias


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?