Lula quer os ministros
na Semana da Pátria.

Osasco

– O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na noite desta sexta-feira em Osasco, na Grande São Paulo, onde foi à solenidade de 60 anos de fundação da Cobrasma, que muitas vezes as coisas acontecem no governo e o presidente nem fica sabendo. “Às vezes, no governo as coisas acontecem e a gente nem fica sabendo. É como na casa da gente, em que um filho da gente faz alguma coisa e a gente só fica sabendo depois”, disse Lula, para lembrar que no ano passado o governo chegou a autorizar a importação de vagões sem tarifas de importação, o que prejudicou o setor produtivo no País.

Quando o presidente soube que a medida estava prejudicando as empresas brasileiras, mandou revogar a medida que autorizava a importação sem tarifas e com isso a Cobrasma pôde ser reaberta e voltar a produzir vagões no País. No evento na Cobrasma, Lula reclamou também da demora do Congresso em votar o projeto das Parcerias Público-Privadas (PPPs). O presidente disse que a demora na aprovação das PPPs estava prejudicando a retomada dos investimentos na área de infra-estrutura.

Lula disse que já havia chamado o presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP) e o líder do governo no Senado, senador Aloizio Mercadante (PT-SP), que estavam no palanque com ele, para pedir explicações do por quê de tanta demora na votação do projeto no Senado. “Está demorando demais”, reclamou o presidente.

Na manhã de hoje, Lula estará presente na cerimônia de troca da Bandeira Nacional, na Praça dos Três Poderes, dando início às comemorações da Semana da Pátria. Lula quer a presença maciça de integrantes do governo nas festividades e recomendou aos ministros que permaneçam em Brasília, embora muitos estejam viajando pelos estados, engajados em campanhas eleitorais. Amanhã, Lula tem agenda anunciada, sinalizando que o feriado não será enforcado e que todos devem estar a postos, trabalhando.

Depois de presidir a troca da bandeira, Lula voltará a pé ao Palácio do Planalto para uma sessão fotográfica com 27 crianças e jovens vencedores do Concurso Nacional de Frases 2004, que faz parte do Projeto Ministério da Educação/Nestlé de Valorização de Crianças e Adolescentes.

Ainda amanhã, a agenda do presidente começa às 9 horas, com um despacho com o chefe da Casa Civil, José Dirceu. Às 10h30, o presidente tem reunião da coordenação política para avaliar as dificuldades do governo no Congresso e as negociações com o objetivo de tornar viável a aprovação do projeto das Parcerias Público – Privadas (PPPs).