São Paulo

– O fantasma do alto índice de rejeição não assusta mais o comando de campanha da prefeita Marta Suplicy (PT), candidata à reeleição à Prefeitura de São Paulo. Marta tem a segunda maior rejeição entre o eleitorado paulistano. A curva descendente das taxas de desaprovação nas últimas pesquisas, juntamente com a possibilidade de demonstrar suas realizações na propaganda eleitoral no rádio e TV, animam os coordenadores de campanha. Na pesquisa Datafolha divulgada no dia 10, o índice dos que afirmaram que não votariam em Marta caiu 12 pontos em relação à pesquisa dos dias 24 e 25 de junho, passando de 42% para 34%. Na pesquisa Ibope de 27 de julho, a desaprovação de Marta era de 36%. O candidato Paulo Maluf (PP) lidera entre os mais rejeitados (49% pelo Datafolha e 47% pelo Ibope). O candidato José Serra (PSDB) tem taxa de rejeição de 11%, segundo o Datafolha, e de 7% pelo Ibope.