São Paulo (AE) – Após dois anos de investigações, 36 equipes de policiais federais deflagraram na manhã de ontem a operação Dissolve, com o objetivo de desmantelar um organizado esquema de adulteração de combustíveis, que operava nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso. A operação conta com os ministérios públicos Federal e Estadual.

De acordo com a Polícia Federal, as empresas de fachada adquiriam do fabricante solventes químicos que somente poderiam ser utilizados na preparação de tintas e afins. Os solventes iam para empresa de um dos envolvidos, que os utilizava para adulterar gasolina que posteriormente era distribuída para diversos postos de gasolina pertencentes à mesma empresa ou a terceiros.

A organização criminosa é acusada de adulterar milhões de litros de combustível mensalmente, que abasteciam dezenas de postos de gasolina em três estados. Os policiais federais vão cumprir 13 mandados judiciais de prisões temporárias, 36 mandados de busca e apreensão e 3 mandados de seqüestro de bens móveis, nos municípios paulistas de Piracicaba, Limeira, Santa Bárbara d?Oeste, Cordeirópolis, Porto Feliz, Novo Horizonte, Guarujá, São Sebastião, além de Uberlândia, em Minas Gerais, e Cuiabá, em Mato Grosso.