O superintendente regional da Infraero em São Paulo, Edgard Brandão Filho, admitiu hoje que a pista principal de Congonhas poderá mesmo ser reaberta amanhã ou até quinta-feira, dependendo das condições do tempo.

Segundo ele, os buracos abertos pela perícia para investigar as causas do acidente com o Airbus A320 da TAM e o deslizamento ocorrido ontem na cabeceira da pista, provocado pelo mesmo avião não seriam problemas para a pista voltar a funcionar. Tudo vai depender das condições climáticas, admitiu o superintendente.

Por outro lado, Brandão não chegou a confirmar informação transmitida ontem pela TAM de que partira da própria Infraero a determinação para não pousar em Congonhas em dias de chuva. Ele acrescentou que integrantes da diretoria da Infraero, em Brasília, vêm a São Paulo hoje para discutir o assunto com as companhias aéreas e representantes do setor.