Florianópolis – As chuvas que atingiram a região Sul do Estado de Santa Catarina durante a semana, provocadas por um ciclone extratropical, colocaram 11 municípios em situação de emergência. Cerca de mil pessoas tiveram que sair de suas casas e duas adolescentes morreram afogadas. A BR-101, interditada na noite de quinta-feira por excesso de água no trecho entre Maracajá e Araranguá, continuava fechada até o meio-dia de ontem para veículos leves. Não havia previsão de liberação do trecho da principal rodovia do Sul do País, onde a lâmina d?água chegou a 50 centímetros. Apesar de as chuvas terem cessado e o nível dos rios baixado, a Defesa Civil continuava pedindo que os motoristas evitassem passar pelo local. O trânsito ficou bastante complicado: ônibus e caminhões trafegavam devagar e os automóveis precisavam desviar por vias secundárias, aumentando a viagem em mais de dez quilômetros. Até o início da tarde de ontem, Araranguá, Forquilhinha, Morro da Fumaça, Laguna, Sombrio, Anitápolis, Orleans, Balneário Gaivota, Sangão, Tubarão e Maracajá haviam decretado situação de emergência.