Meryl Streep é sempre um show a parte. As horas, Adaptação e O diabo veste Prada são apenas algumas das mais recentes provas da versatilidade e do talento da atriz.

Não é à toa que ela é a recordista de indicações ao Oscar por atuação. Na estreia de hoje nos cinemas, Julie & Julia, não é diferente. Streep repete a dobradinha com a atriz Amy Adams, com quem contracenou em Dúvida.

Dessa vez, ao invés do clima austero de uma escola dirigida por uma rígida freira e suas amedrontadas seguidoras, a história se passa em duas épocas diferentes e conta a história das duas mulheres.

Em um blog, a funcionária pública frustrada Julie Powell vai relatar o desafio de fazer as mais de 500 receitas do livro da famosa cozinheira Julia Child (sobre as delícias da cozinha francesa para donas-de-casa norte-americanas) durante o período de um ano.

Essa foi a alternativa encontrada por Julie, com o apoio do marido, para movimentar sua vida. Prestes a completar 30 anos e insatisfeita com seu emprego, Julie vê suas amigas terem carreiras de sucesso enquanto sua vida parece sem perspectivas.

Tanto Julie quanto Julia são casadas com homens pacientes e que as apóiam em seus projetos, um suporte interessante e necessário na obsessão, cada uma a sua maneira, pela culinária.

Julia luta para obter a sua aprovação em um rigoroso curso de culinária em Paris e, depois, para publicar seu livro de receitas, que décadas mais tarde vai ser usado por Julie para seu projeto gastronômico.

Extremamente cativante e bem-humorado, Julie & Julia é uma comédia leve que coloca de uma forma sutil o prazer de comer bem e a trajetória de duas amantes da cozinha, com direção, roteiro e produção de Nora Ephron.

Livro

Assim como grande parte da produção hollywoodiana, o filme é baseado em uma história real, e os dois livros citados na obra também existem. O livro Julie & Julia, publicado no Brasil pela editora Record, foi vencedor do primeiro Blooker Prize, que premia livros baseados em blogs.

Na vida real, a experiência de Julie foi feita e relatada nos anos de 2002 a 2004, como nome Projeto Julie/Julia. Para quem tiver curiosidade, o blog ainda está ativo na internet, por meio do endereço: http://blogs.salon.com/0001399.

No ano seguinte, Julie também criou um outro endereço para contar sobre a continuidade e a repercussão do projeto, atualizado até hoje: http://juliepowell.blogspot.com/.