Joana Machado não vai ter que dividir R$ 2 milhões que ganhou o reality show “A Fazenda 4” (Record) com Alexandre Frota. O ator pedia 20% do prêmio na Justiça alegando que, quando Joana entrou no programa, era representada por ele e seu escritório.

A decisão já tinha sido tomada no ano passado, mas Frota entrou com recurso, que foi julgado ontem no Tribunal de Justiça de São Paulo. A defesa de Joana alegou que ela era representada pelo ator apenas durante a edição anterior ao programa que participou. “É uma decisão que foi concluída ao tribunal. Agora ela pode fazer o que quiser”, disse ao EGO o advogado de Joana Machado, Alis Vasconcelos.

Frota também dá a disputa como encerrada. Ele afirmou que não pretende entrar com novo recurso. “Não vou recorrer. Chega! O juiz entendeu que prevalecer o que ela tem entre as pernas é melhor do que eu. Claro, ele é homem! Julgou só o contrato da ‘Fazenda 4’, não julgou o contrato do escritório que estava em vigência quando ela assinou (com o programa). (…) Isso não muda em nada a minha vida”.