enkontra.com
Fechar busca

+ Pop

Historiador britânico Tony Judt morre aos 62 anos

O historiador britânico Tony Judt, autor do livro Pós-Guerra, morreu em sua cassa em Nova York, aos 62 anos de idade. A morte ocorreu na sexta-feira, causada por Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), também conhecida como doença de Lou Gehrig, segundo confirmação do porta-voz da universidade.

Judt era professor de Estudos Europeus na Universidade de Nova York, nos Estados Unidos, e foi finalista do prêmio Pulitzer em 2006, pelo livro Pós-Guerra, uma análise ampla da Europa do final da Segunda Guerra até o início do século XXI.

A ELA ataca as células do sistema nervoso central, provocando inabilidade para se mover e falar. Embora confinado como “uma múmia moderna”, o pensamento de Judt não estava abalado, como demonstrado neste ano, em uma série de artigos para a resenha de livros do New York Times. Em 2009, Judt recebeu o prêmio honorário George Orwell.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas