O técnico Abel Braga vai ter que escalar uma equipe remendada do Fluminense para encarar o Atlético-MG, neste sábado, às 18h, no Engenhão, pela 31.ª rodada do Brasileirão. O treinador não pode contar com Fred, Rafael Moura, Deco e Marquinhos e vai ter que mudar a forma de a equipe jogar para conquistar uma vitória que manteria o Flu na briga pelo bicampeonato.

O primeiro problema está no ataque, onde nem Fred nem Rafael Moura podem atuar, por estarem suspensos. Os dois marcaram, juntos, metade dos gols do Flu no Brasileirão. Sem um centroavante de ofício, o treinador deverá recorrer a Martinuccio para atuar ao lado de Rafael Sóbis. Os dois, porém, gostam de atuar fora da área, em velocidade, e o time terá que se adaptar a isso.

Não menos problemática é a situação do meio-campo, já que Deco foi vetado para a partida. O meia sentiu dores na panturrilha na vitória sobre o Palmeiras. De acordo com os médicos, não se trata de uma nova lesão, mas o luso-brasileiro fica de fora do jogo contra os mineiros por precaução. Lanzini entra em seu lugar, mas como Marquinho também cumpre gancho, Abel deve apelar para um meio de campo com três volantes, algo inusual no Flu.

A equipe deverá ter: Diego Cavalieri; Mariano, Leandro Euzébio, Márcio Rosário e Carlinhos (Wallace); Edinho, Fernando Bob, Valencia e Lanzini; Martinuccio e Rafael Sóbis.