É difícil qualquer previsão sobre a Prova Especial Antônio Jorge Ribeiro de Camargo, em 1.100 metros, com a participação seis produtos inéditos de dois anos de idade hípica, marcando a estréia da nova geração no Hipódromo do Jockey Club do Paraná. Pelo que soubemos é arriscado apontar qualquer um dos seis competidores como favorito, mas nestas primeiras condições vamos destacar Mandrake Tiger, Callaghan e The Gipsy, podendo qualquer um deles merecer a preferência dos apostadores.

A Prova Especial Jockey Club Brasileiro reúne produtos de 3 e mais anos, na distância de 1.900 metros. Vindo de segundo para Nikkey, em 2.000 metros, Aguillera figura entre os mais cotados, mas terá que correr muito para Juanito Caminador, figurando num plano imediato Listen Now, Fleetwood Mac e Deco Art.

Provas

complementares

Ana Banana, que descansou depois de fracassar, retornando em turma desfalcada, é a provável favorita da prova de abertura, figurando Mami Seller como sua maior rival. Os demais figuram num mesmo plano, com menos chance.

Dois nomes merecem destaque na segunda prova do programa, ambos vindo de segundo: Guri da Gaita e Jar Jar Binks, podendo qualquer um dos dois merecer a preferência dos apostadores. O palpite para trifeta é mais difícil porque qualquer um dos demais competidores pode escoltar as duas forças, mas Titto Skippa é nosso preferido.

A quarta prova reúne sete produtos de 3 anos sem vitória, sendo quatro potrancas e dois potros. Vamos indicar Just a Jet, que já chegou segundo em São Paulo, como provável favorito, figurando Inusitada, Kermina e Chatterley como forças imediatas.

A quinta prova promete movimentada decisão. Silver di Caroline, depois de bom segundo, em pista seca, correu menos na molhada, em seu segundo compromisso, mas mesmo assim figura como provável favorita. Gold Nina, bem credenciada pelo retrospecto, também atuará com muita chance, a exemplo de Xara´s Prata, que vem de segundo para Brilhant, além da estreante Dá-lhe Soberana.

O Prêmio Berço da Velocidade, patrocínio do Haras Ponta Porã, em 1.100 metros, é outra prova que promete movimentada decisão. Vamos destacar, nestas primeiras considerações, Ninette, que mesmo prejudicada conseguiu bom segundo, destacando-se como maiores rivais Ji Ji Ji, Cacique Matta, Quilaria, e Honra e Glória

Na penúltima prova, a parelha Heart Killer/Novelesca está muito cotada, mas outros competidores também poderão brigar pela vitória, entre os quais I Am Better, Cara de Lobo, Oxxygenius e Roqueiro Valente, que não confirmou bom trabalho, segundo declaração de seu piloto.

Que Memória atuará com muita chance na prova de encerramento do bom programa, podendo ser a favorita. A corrida, porém, não está fácil para a defensora do Stud Estrela Energia, figurando Máximo Líder num mesmo plano. Entre os demais consideramos Navy’s Captain a mais rival das duas forças.