O Paysandu desperdiçou uma grande chance de encostar nos quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro da Série B. Em uma noite de sábado pouco inspirado, o time paraense apenas empatou sem gols com o CSA, no estádio da Curuzu, em Belém. O duelo encerrou a 11.ª rodada da competição.

Este é o terceiro jogo seguido sem vitórias do Paysandu, que vinha de duas derrotas. Sequência que deixa o clube na oitava posição, com 16 pontos. O consolo fica para o fato de que segue invicto em casa, com três vitórias e dois empates. O CSA, por sua vez, consegue se manter no G4, mesmo com a atuação apática. É o quarto colocado, com 20 pontos.

O primeiro tempo foi marcado por muitos erros de passes, falta de criatividade e poucos lances de perigo. A melhor oportunidade foi criada pelo Paysandu e saiu em um chute de longa distância. Aos 27 minutos, o atacante Dioanthã encheu o pé de fora da área e o goleiro Mota espalmou por cima do travessão.

O segundo tempo começou com o time paraense encontrando as mesmas dificuldades da etapa inicial para concluir a gol. Mesmo com o CSA acuado, os donos da casa finalizaram muito pouco a gol. O principal lance saiu em vacilo defensivo do adversário. Aos 22 minutos, o meia Pedro Carmona levantou na área, Mota saiu mal do gol e o zagueiro Diego Ivo quase marcou.

No próximo sábado, às 21 horas, o Paysandu volta a campo para enfrentar o CRB, no estádio Rei Pelé, em Maceió. Já o CSA enfrenta a Ponte Preta, nesta terça-feira, às 19h15, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU 0 x 0 CSA

PAYSANDU – Renan Rocha; Matheus Silva, Edimar, Diego Ivo e Matheus Müller; Renato Augusto, Nando Carandina e Danilo Pires (Pedro Carmona); Mike (Magno), Cassiano e Dionathã (Moisés). Técnico: Dado Cavalcanti.

CSA – Mota; Dawhan, Leandro Souza, Xandão e Echeverría; Edinho, Ferrugem (Taiberson), Daniel Costa (Roger), Niltinho e Hugo Cabral (Yuri); Michel Douglas. Técnico: Marcelo Cabo.

CARTÕES AMARELOS – Matheus Silva (Paysandu); Edinho, Leandro Souza, Dawhan, Xandão e Niltinho (CSA).

ÁRBITRO – Bruno Arleu de Araújo (RJ).

RENDA – R$ 40.250,00.

PÚBLICO – 1.078 pagantes (4.024 no total).

LOCAL – Estádio da Curuzu, em Belém (PA).