O Paraná foi multado em R$ 2 mil pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva do (STJD), nesta quinta-feira (12), pelo apagão ocorrido no dia 6 de outubro, na partida contra o Náutico, pela Série B. Na ocasião, em jogo válido pela 14ª rodada e a Vila Capanema chegou a ficar por uma hora sem iluminação. Mesmo acionando o gerador, a iluminação não foi retomada de imediato. Cabe recurso ao Tricolor.

A denúncia foi feita por infração ao artigo 211 do CBJD – “Deixar de manter o local que tenha indicado para realização do evento com infraestrutura necessária a assegurar plena garantia e segurança para sua realização”. Em defesa do Paraná, o advogado Alessandro Kishino apresentou provas de vídeo e documentais com matérias jornalísticas confirmando a queda de energia aconteceu em pontos específicos na cidade de Curitiba no horário da partida e que o apagão não ocorreu somente no estádio paranista.

>> Tabela e classificação da Série B

Entretanto, por na sessão virtual de julgamentos, o Procurador Thiago Gonzalez reforçou o pedido de condenação do Paraná. “Incontroverso que houve um apagão. Os vídeos produzidos relatam que teria sido um problema local, externo ao estádio, mas a princípio não vejo nenhuma prova nesse sentido para eximir o clube dessa culpa. Outro ponto que nos mostra que a falha se deu de maneira exclusiva do clube é que mesmo após utilizar o gerador o sistema volta a falhar e percebe-se que é uma falha do estádio. Mostra-se muito claramente que é uma falha no sistema de iluminação do estádio e não do fornecimento de energia”, apontou.

Por maioria dos votos, o clube foi punido.

+ Mais do Tricolor:

+ Volante volta ao Paraná e promete rendimento melhor contra o Avaí
+ Oscilando na Série B, Paraná supera média de gols de 2019
+ CBF muda calendário de 2021 e Copa do Brasil terá novo formato


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?