A partida entre Operário e América-MG, neste sábado (21), às 16h30, no Germano Krüger, em Ponta Grossa, marcará o reencontro de dois treinadores que se envolveram em uma ‘treta’ no passado.

Matheus Costa, comandante do Fantasma, e Lisca, treinador do América-MG, vão se enfrentar pela primeira vez desde a confusão ocorrida quando trabalhavam no Paraná, em 2017, na véspera do jogo contra o Atlético-MG, em setembro, pela Primeira Liga.

Na ocasião, o presidente do Tricolor, Leonardo Oliveira, classificou a briga entre os dois como um “dia de fúria” de Lisca, que acabou sendo demitido do clube logo na sequência.

>> Tabela e classificação da Série B

A ‘treta’ aconteceu no hotel em que a delegação do Paraná estava na capital mineira e o motivo teria sido a diferença de opiniões entre o técnico e seu auxiliar na época. Lisca queria poupar alguns jogadores para a partida, enquanto Matheus Costa preferia que o time entrasse com força máxima. Os dois chegaram às vias de fato.

Na época, Lisca negou que tivesse agredido o seu auxiliar. O treinador foi demitido do Paraná após quatro vitórias, dois empates e uma derrota na Série B. O retrospecto levou o Tricolor à quinta colocação da competição.

Com a saída de Lisca, Matheus Costa assumiu a equipe e levou o Paraná ao acesso à elite do futebol brasileiro.

+ Mais do Tricolor:

+ Paraná encara o Juventude para se aproximar do G4
+ Com problemas na zaga, colombiano se firma como titular no Paraná
+ Figura histórica do Paraná morre aos 96 anos


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?