O técnico Matheus Costa não contará com o zagueiro Leandro Almeida, com o volante Fernando Neto e com o atacante Judivan para a partida do Paraná Clube contra o Criciúma, que acontece nesta terça-feira (19), às 19h15, no Heriberto Hülse, pela Série B. Os três receberam o terceiro cartão amarelo na derrota por 1×0 para o Atlético-GO e estão suspensos. Deles, somente o centroavante é reserva atualmente.

Sem o defensor, o treinador tem duas alternativas: Fabrício, que joga pelo lado esquerdo, assim como o companheiro de zaga, Rodolfo, ou Eduardo Bauermann, que atua na direita do setor. Fabrício tem duas partidas na Série B. Ele estreou com gol contra o Sport, quando o Tricolor atuou com três zagueiros, e jogou também frente ao América-MG, ao lado de Leandro Almeida. Já Bauermann perdeu espaço na equipe e atuou por 15 minutos nos últimos 11 jogos.

No meio-campo, o comandante paranista tem Itaqui, que não joga desde a derrota pro Bragantino, em 12 de outubro, como o principal nome para substituir Fernando Neto. Matheus Costa ainda pode manter apenas Luiz Otávio como volante e optar por algum atleta mais ofensivo, como Vitinho ou João Pedro. Dessa forma, Jhemerson seria recuado para a função de segundo homem do meio-campo.

O Paraná ainda conta com o retorno do goleiro Thiago Rodrigues, que cumpriu suspensão automática na rodada passada. Virtualmente já sem chances de acesso, o Tricolor pode usar estas duas rodadas finais da segunda divisão para testar peças, pensando em 2020, principalmente pelo fato de o técnico já ter sinalizado interesse em negociar a permanência na equipe.

Desta forma, o time paranista deve ir a campo com: Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Fabrício (Eduardo Bauermann), Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Itaqui (Vitinho), Matheus Anjos, Jhemerson e Bruno Rodrigues; Jenison.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Para ainda sonhar com a Série A, o Paraná precisa vencer Criciúma e Botafogo-SP e ainda torcer para que Coritiba e Atlético-GO percam os últimos jogos e que o América some, no máximo, um ponto.

+ Mais do Tricolor:

+ Torcedor do Atlético-GO é detido após atos racistas contra jogador do Paraná