O bom início de temporada do Paraná Clube tem muito a ver com a profissionalização que passou o departamento de futebol do Tricolor. O executivo de futebol Rodrigo Pastana tomou a frente desta área e é um dos principais responsáveis pelo bom momento do time paranista. O dirigente, até agora, precisou trabalhar com certa limitação financeira e mesmo assim conseguiu montar uma equipe competitiva que fez uma grande campanha no Paranaense e está nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Depois de quase cinco meses de trabalho, Rodrigo Pastana avaliou de forma positiva seu trabalho no Tricolor. O cartola ressaltou ainda as dificuldades de se trabalhar com essa limitação financeira, mas enalteceu a organização do clube para conseguir fazer uma boa temporada até agora.

“Meu trabalho tem sido eficaz, nada demais. Nada do que outros executivos estão fazendo em outros clubes. Aqui a pressão é maior e tem toda a dificuldade e limitação financeira. Mas só isso. No clube há organização e condições de trabalho, o presidente Leonardo (Oliveira) tem nos dado todas as condições possíveis para que o trabalho seja bem conduzido”, apontou Pastana.

O bom trabalho realizado pelo departamento de futebol mudou o panorama paranista para o início da Série B. Nos últimos anos, o clube, após a disputa do Paranaense, praticamente montava outro elenco para a disputa da Segunda Divisão. Desta vez, poucos jogadores saíram e poucos chegaram para o início da competição nacional.

Essa base mantida é a aposta do Paraná para conseguir fazer uma boa Série B. Ainda nesta semana, a diretoria deverá acertar a contratação de mais um zagueiro. “Nós ainda estamos aguardando a definição para a contratação de mais um zagueiro. Já havíamos planejado mais um zagueiro para as 38 rodadas. É um campeonato longo, desgastante e a gente acha que ainda cabe mais um para essa posição”, arrematou Pastana.

Até agora, o Paraná Clube contratou quatro jogadores para a sequência da temporada. Já desembarcaram na Vila Capanema o lateral-direito Cristovam, ex-J. Malucelli, o atacante Daniel Morais, ex-América-RN, o zagueiro Wallace, ex-Mirassol, além do meia-atacante Minho, ex-Rio Branco.