Allan Aal ressaltou a boa atuação do Paraná no clássico. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Tribuna do Paraná

O técnico Allan Aal acredita que o Paraná Clube merecia melhor sorte no confronto contra o Coritiba, pelas quartas de final do Campeonato Paranaense.

Apesar de ter pressionado o rival e desperdiçado oportunidades no jogo desta quinta-feira (23), no Couto Pereira, o Tricolor foi eliminado da competição após perder por 2×1. Na partida de ida, na Vila Capanema, foi derrotado por 1×0.

“A gente lamenta pelo segundo tempo não tão bom na nossa casa e hoje (quinta) pelo jogo, pelo equilíbrio que tivemos, pelas chances que criamos, lamentamos o fato de não passar de fase”, falou o treinador.

“Ficamos com a sensação de que poderíamos brigar pelo título tranquilamente”, completou o comandante paranista.

+ Cristian Toledo: Tensão, emoção e Coxa classificado

O revés no Couto passou pela falha do goleiro Alisson. O camisa 1 falhou feio no gol de Patrick Vieira, que abriu o placar logo aos oito minutos de partida. No entanto, ele foi defendido publicamente.

“Os gols que tomamos, sem tirar mérito deles, foram totalmente atípicos, pelo acaso. Primeiro uma bola parada, que não sabemos se entrou, e ele (Alisson) teve a infelicidade de estar se preocupando já com a reposição de bola. Mas ele é um ídolo da torcida, um profissional exemplar, um líder do elenco”, comentou.

“Tenho certeza que ele vai ser cada vez mais um grande goleiro”, fechou o treinador.

+ Mais do Tricolor:

+ Confira os próximos jogos do Paraná na temporada
+ Paraná confirma a contratação de novo “homem-gol”


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?