enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Para Cielo, índice é motivação na estreia no Maria Lenk

Brasileiro competirá primeiro nos 50m livre, depois no borboleta

Cesar Cielo vai nadar apenas duas provas no Troféu Maria Lenk, que começa para ele nesta quarta-feira. Competirá primeiro nos 50m livre, depois nos 50m borboleta. Tudo porque só pretende nadar essas duas provas individuais no Mundial de Barcelona. Como estava sem clube desde o fim do acordo com o Flamengo, vai competir pelo modesto Clube de Campo de Piracicaba, equipe que não briga por posições no Maria Lenk. Esse cenário abre espaço para Cielo deixar em segundo plano a disputa por vitórias. Quer índice.

“Vou dar um passo de cada vez. Estou vindo de um processo de recuperação dos dois joelhos, inicialmente com bastante controle. O objetivo principal é a classificação e, conseguindo isso, a temporada até o Mundial vai ser muito melhor, mais completa, mais forte. Quero fazer o índice, terminar a prova classificado”, disse Cielo, que estreia no Maria Lenk na manhã desta quarta, nas eliminatórias dos 50m livre – a final é à tarde.

Para conseguir o índice, Cielo tem que nadar os 50m livre abaixo de 22s33. Precisa também ser mais rápido que seus principais concorrentes: Bruno Fratus e Marcelo Chierighini. Este último, por exemplo, fez 22s05 na abertura do revezamento 4x50m campeão com o Pinheiros.

Este ano, Cielo nadou uma única vez os 50 m livre, no Southern Zone Sectional, em Fortlaudardale, nos Estados Unidos, em 14 de março, ainda ‘pesado’ em função da preparação para o Maria Lenk, e fez 22s20. Na remota hipótese nenhum ou apenas um brasileiro fazer o índice no Rio, nova chance virá no Brasileiro Adulto, entre 14 e 19 de maio, em Curitiba.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas