Além dos recorrentes problemas na hora de escalar a equipe, o Coritiba terá que driblar outra adversidade na partida deste domingo (16), às 16h, contra o Rio Branco, no Gigante do Itiberê, em Paranaguá, pelas quartas-de-final do Paranaense: não contar com apoio maciço das arquibancadas. Por conta dos incidentes ocorridos durante e após a partida contra o Londrina, domingo passado, no encerramento da primeira fase, a Império Alviverde, principal organizada do clube, cancelou a caravana que acompanharia o time no Litoral.

Na oportunidade, minutos após a entrada no Estádio do Café, já na etapa final da partida, integrantes da organizada iniciaram uma confusão generalizada, amenizada somente com a intervenção e o disparo de balas de borracha por parte da Polícia Militar. No retorno à Capital, depois da derrota para o Tubarão, parte da torcida furtou alimentos e bebidas de um posto localizado no município de Tamarana – a conta, no valor de R$ 4.011,00 foi acertada posteriormente pela direção da torcida. Mesmo com o cancelamento, os torcedores se mobilizam para descer a Serra, mas em veículos próprios.