Aos 31 anos, Mineiro preferiu trocar um contrato de quatro anos oferecido pelo São Paulo -além de um plano de carreira que daria a ele um cargo no clube depois que parasse de jogar – por um compromisso de 18 meses com o Hertha Berlin.

O volante assinou ontem com o clube alemão um acordo que vai até 30 de junho de 2008. Se tivesse optado por ficar no campeão brasileiro, ganharia R$ 150 mil mensais. O valor de seu salário no Hertha não foi revelado, mas o procurador Oliveira Júnior definiu a proposta feita ao jogador como ?milionária?.

O tempo do contrato, curto para os padrões europeus, demonstra algum ceticismo em relação ao que o jogador poderá render. Nem tanto pelo aspecto técnico – o pessoal do Hertha garante que observava Mineiro desde antes da Copa do Mundo -, mas por sua idade.

Mineiro, porém, sente-se realizando um sonho. ?Estou muito feliz com o Hertha e esse novo desafio. Disputar o Campeonato Alemão no time do meu amigo Gilberto sempre foi um sonho?, disse Mineiro ao site oficial de seu novo clube. Camisa 7 nos tempos de São Paulo, ele vestirá a de número 15 na equipe da capital alemã.

O diretor do Hertha, Dieter Hoeness, acredita ter dado o ?passo certo?. ?Estamos satisfeitos pela concretização dessa transferência. Mineiro é um jogador flexível e polivalente e deve dar uma contribuição importante para nossa equipe.? Ainda não está definida a data da estréia do volante no Hertha Berlin, atual quinto colocado no Alemão com 30 pontos, 12 atrás dos líderes Werder Bremen e Schalke 04. No dia da chegada de Mineiro a equipe levou uma goleada de 5 a 0 do Hannover, que luta para escapar do rebaixamento.