A Inter de Milão confirmou nesta sexta-feira, por meio de um comunicado do seu departamento médico, que o atacante Diego Milito sofreu uma grave lesão no seu joelho esquerdo no jogo da última quinta, contra o Cluj, na Itália, pela Liga Europa.

O resultado da ressonância magnética ao qual o argentino foi submetido indicou que o atleta teve “lesões no ligamento cruzado anterior e colateral externo, com grave dado à cápsula” do joelho no confronto em que a Inter derrotou a equipe belga por 2 a 0.

“Sofro com Diego, um jogador e sobretudo um homem que admiro”, lamentou o técnico da Inter, Andrea Stramaccioni, assim como fez o presidente do clube, Massimo Moratti. “Milito sofreu um golpe terrível, mas eu acredito em sua fibra e em seu físico, para que possa voltar a ser o mesmo de antes”, afirmou o dirigente.

A Inter ainda não informou o tempo de afastamento previsto de Milito e também não revelou se ele terá de passar por uma cirurgia, mas o jogador não deverá mais defender o time de Milão nesta temporada europeia, após mais uma lesão amargada pelo argentino.

Em dezembro passado, em um jogo contra o Genoa, pelo Campeonato Italiano, o atacante lesionou o mesmo joelho esquerdo após levar uma forte pancada que causou uma inflamação. Ele voltou a atuar no dia 12 de janeiro, quando jogou apenas alguns minutos diante do Pescara, antes de sofrer nova recaída e só entrar em campo novamente no último domingo, diante do Chievo, pela Série A italiana. No duelo, o argentino marcou o terceiro gol da vitória por 3 a 1 sobre o adversário.