O Flamengo confirmou nesta quarta-feira a venda do zagueiro Donatti para o Tijuana, do México. A negociação vinha sendo tocada nos últimos dias pelas diretorias, e na coletiva de apresentação do atacante Geuvânio na Gávea, o diretor executivo Rodrigo Caetano confirmou o acordo. O jogador já viajou para realizar exames médicos e deve ser oficializado em breve.

“Ele deve estar viajando para fazer os exames e a assinatura de contrato com o Tijuana. Se tudo for confirmado, vai ser oficializada a venda. É um jogador que passou conosco por um ano e sempre que foi acionado, deu conta do recado. Mas teve uma sequência de lesões que impediram, talvez, que ele se afirmasse aqui como titular”, declarou Rodrigo.

Donatti chegou ao Flamengo em julho do ano passado como solução para a defesa do time, mas demorou para se adaptar. Justamente quando conseguia seu espaço na equipe, passou a sofrer com diversos problemas físicos, que o acompanharam também neste ano.

Até pela falta de espaço, a proposta do Tijuana o atraiu. Lá, ele será novamente treinado pelo técnico Eduardo Coudet, o mesmo que o comandou no Rosario Central, quando se destacou e foi considerado um dos melhores zagueiros da Libertadores de 2016. Para contratá-lo, o time mexicano desembolsou a mesma quantia paga pelo Flamengo ao Rosario em 2016: US$ 1,8 milhão.

“Ele veio como o melhor zagueiro da última Libertadores. Mas chegou o interesse do clube mexicano, que tem o mesmo técnico daquele Rosario Central, e o Flamengo avaliou a viabilidade do negócio. Financeiramente, o negócio zera, entra para o Flamengo os mesmos recursos da compra. Então, entendemos que era um bom negócio e demos o OK”, explicou Rodrigo Caetano.

O Flamengo também não dificultou a venda porque contratou recentemente mais um nome para a zaga: Rhodolfo. O jogador deve assumir a titularidade ao lado de Réver, enquanto Juan e Rafael Vaz deverão ser as outras opções para o setor.