Ninguém gosta de perder, mas o Coritiba saiu de campo aliviado por ter se classificado e não precisar mais carregar o “fardo” de buscar recorde de vitória toda vez que entrava em campo.

Além disso, o time tinha gordura para queimar e perder por 2 x 0 para o Palmeiras não fez a mínima diferença para a classificação para a semifinal da Copa do Brasil.

“A gente sabia que uma hora a derrota viria e veio, mas o grupo é experiente para assimilar a derrota. Temos que comemorar a classificação e já começar a pensar no Ceará”, avaliou o zagueiro Emerson.

O volante Willian foi além. “Graças a Deus vão parar de perguntar sobre as vitórias e vamos pensar só na fase que passamos”, apontou. Para ele, o time tira um peso das costas mesmo.

“O marketing do Coritiba e a torcida queriam aumentar ainda o recorde alcançado, mas perdemos quando podíamos perder e vamos pensar na outra fase”, declarou.

O meio-campo Everton Ribeiro manteve a linha de raciocínio. “Não queríamos perder, mas perdemos na hora certa. Podiamos perder e agora temos que pensar no próximo jogo”, complementou. Hoje a delegação retorna de São Paulo e aguarda o sorteio da CBF para saber se joga a 1.ª partida em casa ou em Fortaleza.