Regular em boa parte do primeiro turno, o Coritiba atravessa seu pior momento na Série B do Campeonato Brasileiro neste começo do returno. Sem vencer há cinco rodadas, o sinal de alerta foi ligado de vez depois da derrota de virada por 2×1 para o Londrina, no último sábado (14), no estádio do Café. Responsável pelo departamento de futebol alviverde, o executivo Rodrigo Pastana admitiu a preocupação com a oscilação neste momento da competição nacional.

+ Confira a classificação completa da Série B!

“É um campeonato de regularidade, onde a gente precisa permanecer no topo e ter atenção para não cair em armadilha. Estamos oscilando de bobeira, estamos perdendo em erros individuais, mas isso não tem nada a ver com o nosso trabalho diário”, apontou Pastana.

O revés sofrido para o Londrina veio justamente quando o Coritiba mais precisava do seu elenco. Com vários desfalques, o time em jogadores mais jovens, mas nenhum deu a resposta esperada. O zagueiro Thalisson Kelven e o volante Vitor Carvalho, revelados pelo clube, falharam individualmente nos gols que decretaram a vitória do Londrina.

+ Leia mais: Relembre personagens históricos do futebol paranaense no PODCAST DE LETRA!

Mas mesmo diante dessas falhas, Rodrigo Pastana saiu em defesa dos dois atletas. Afirmou ainda que confia no elenco do Coritiba. Talvez por isso o Coxa, nas últimas semanas, não tenha contratado nenhum reforço.

“Confiamos no nosso elenco. Entraram jogadores da casa, como o Thalisson, que não vinha jogando. Ele infelizmente errou no final, que causou a derrota. Temos que dar força porque são jogadores formados na casa, que têm experiência e bons jogos na carreira. Temos que tomar cuidado quando a gente exorciza um atleta”, finalizou o dirigente.

Leia mais sobre o Coritiba:

+ Coritiba permanece no G4, mas sequência ruim escancara carência
+ Rafinha solta o verbo depois da derrota pro Tubarão
+ Londrina e Coritiba termina em treta no estádio do Café