O discurso no Coritiba está afinado. Ninguém quer fazer qualquer projeção de pontos para as nove rodadas que faltam. O papo, então, é manter os pés no chão e pensar jogo a jogo. Fazer de cada partida como uma verdadeira final de campeonato. E é com esse espírito que o Coxa entra em campo, nestsa quinta-feira (24), às 21h30, no Couto Pereira, para o clássico local diante do Operário. Conquistar os três pontos será fundamental para a caminhada na luta para conquistar o acesso à primeira divisão. O duelo terá transmissão no canal Premiere e no Tempo Real da Tribuna do Paraná!

O Alviverde recebe o Operário vivendo um dos seus melhores momentos nesta Série B. Nos últimos seis jogos, conseguiu quatro vitórias, voltou a figurar no G4 mesmo com uma partida a menos, mas não tem feito bons jogos. As atuações não estão sendo consistentes, mas os resultados são expressivos. E isso é o que vale mais nesta reta decisiva da segunda divisão.

+ Tribuna recebe Carneiro Neto no podcast De Letra!

“No futebol brasileiro o resultado sempre vale, o desempenho nunca. Quando tem desempenho e não resultado, o treinador cai. Quando não tem desempenho, mas os resultados aparecem, o treinador fica. Nos últimos jogos fomos efetivos e antes não estávamos sendo. Isso que estamos trabalhando com o Jorginho. Temos agora que buscar um equilíbrio entre o primeiro e segundo tempo para conseguir a vitória contra o Operário dentro de casa”, afirmou o meia Juan Alano.

Dos nove jogos que restam, o Coritiba precisa de pelo menos mais cinco vitórias. Destes confrontos, quatro serão no Couto Pereira. Assim, o Coxa aposta na força que tem em casa, já que é o segundo melhor mandante da Série B. No entanto, a equipe prefere deixar os números de lado e pensar jogo a jogo.

“Não gosto de ficar vendo a matemática, os números. Sei da importância desse jogo para nós. Sabemos que temos um jogo a menos e isso pode mudar bastante coisa. Temos que pensar jogo a jogo, somando os pontos, mas sem pensar na frente. Temos que pensar no próximo jogo, focar no que errou para não se repetir. Esse jogo é uma final e vamos sair com os três pontos”, reforçou o jogador.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Se ganhar, o Coritiba atingirá a marca dos 50 pontos e abrir a contagem para conseguir o acesso. Se isso acontecer, vão faltar apenas quatro vitórias nas últimas oito partidas. A probabilidade de acesso do Verdão, que já é de 56%, segundo o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, pode subir cada vez mais.

Para conseguir os três pontos, o técnico Jorginho terá praticamente força máxima. A única baixa é o volante Luiz Henrique, que não é titular e está machucado. O treinador poderá contar novamente com o lateral-direito Diogo Mateus e com o meia-atacante Rafinha, que cumpriram suspensão contra o Vila Nova. O camisa 7, no entanto, com dores no joelho, ainda é dúvida, mas deve atuar.

Ficha técnica

SÉRIE B
2º Turno – 31ª Rodada

CORITIBA X OPERÁRIO

Coritiba
Alex Muralha; Diogo Mateus, Romércio, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Juan Alano e Thiago Lopes (Giovanni); Rafinha (Kelvin), Robson e Rodrigão.
Técnico: Jorginho

Operário
Rodrigo Viana; Maílton, Edson Borges, Alisson e Julinho; Revson (Jardel), Indio, Cleyton e Marcelo; Lucas Batatinha e Felipe Augusto.
Técnico: Gerson Gusmão

Local: Estádio Couto Pereira
Horário: 21h30
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima (PR)
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR) e João Fábio Machado Brischiliari (PR)

Leia mais:

+ Operário critica Coritiba por cobrar R$ 150 por ingressos
+ Coxa tenta acabar com jejum contra paranaenses
+ Operário vê duelo no Couto como chance de manter vivo sonho do acesso