O Coritiba estreou mal na edição de 2016 da Copa Sul-Americana. Apesar do bom primeiro tempo e depois de sair em vantagem, o time coxa-branca, a exemplo do que aconteceu no Brasileirão, tomou a virada para o Vitória e perdeu para o time baiano por 2×1, nesta quinta-feira (25), na Arena Fonte, em Salvador. Uma vitória simples por 1×0 no jogo de volta basta para o Verdão avançar de fase no torneio internacional. O Coxa, agora, volta as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o duelo é contra o São Paulo, às 16h, no Morumbi.

Confira como foi o jogo no Lance a Lance da Tribuna!

O Coritiba colocou em prática, desde o começo, o discurso adotado durante a semana, que daria total importância a disputa da Sul-Americana. Melhor do que os baianos, o Coxa criou a primeira boa chance com Edinho, que aproveitou o erro dos donos da casa, mas chutou por cima. Três minutos depois, Kléber apareceu na cara do gol, forçou o contato com o goleiro Fernando Miguel e a arbitragem nada marcou.

O time alviverde continuou criando as melhores chances de marcar. Evandro e Neto Berola por muito pouco não abriram o placar para o Verdão. Na melhor chance do rubro-negro baiano, aos 22 minutos, a bola bateu no braço de Evandro dentro da área. Na cobrança da penalidade, Kieza acertou a trave.

A partir daí, o Leão da Barra equilibrou a partida e passou a assustar o goleiro Wilson. Aos 28, Kieza fez a jogada, Marcelo recebeu livre, mas chutou para fora. Com uma atuação mais consistente, o Verdão conseguiu abrir o placar aos 43 minutos. Kléber fez a jogada, Dodô cruzou na medida e Evandro, com oportunismo, marcou o primeiro.

Com outra postura, o Vitória engoliu o Coritiba no segundo tempo. Com o time coxa-branca recuado e tentando explorar os contra-ataques, o rubro-negro conseguiu o empate aos 19 minutos. Cárdenas foi tocado por Wilson na área em um lance parecido com o de Kléber na etapa inicial, mas a arbitragem, desta vez, marcou pênalti. Diego Renan não desperdiçou e empatou a partida.

Logo depois do volante Amaral entrar na vaga de Evandro, na tentativa de sustentar o placar, o Vitória, aos 24 minutos, virou o jogo. Diego Renan cruzou, Luccas Claro falhou e Kieza colocou o Leão em vantagem. Em busca do empate, Carpegiani promoveu as entradas de Iago e Bernardo para dar mais ofensividade ao time coxa-branca. Aos 40, Kléber fez boa jogada, Bernardo bateu bem e jogou para fora a última chance de empate do Verdão na partida.

Receba notícias no seu Facebook!