Faltam apenas quatro dias para que o Coritiba inicie sua pré-temporada. Já com o técnico Eduardo Barroca confirmado para 2020, a comissão técnica começa suas atividades no dia 2 de janeiro, no Centro de Treinamento Bayard Osna, o CT da Graciosa, enquanto os jogadores se apresentam no dia 3.

O período de preparação é visto como essencial, já que os meses que virão devem ser de muitos desafios para o Alviverde, que pretende ir longe na Copa do Brasil e fazer uma boa campanha na Série A do Campeonato Brasileiro.

Nos primeiros dias de concentração, os atletas serão submetidos a exames cardiológicos, fisiológicos, fisioterápicos e avaliações físicas no CT, e ficarão concentrados no Hotel Bourbon, em Curitiba, onde seguirão uma dieta específica para a volta das atividades. Os primeiros treinamentos físicos e técnicos acontecerão nos dias 4 e 5 de janeiro.

Mesmo que oficialmente a apresentação dos atletas, comissão técnica e demais departamentos de futebol seja só após o Réveillon, o diretor de futebol Rodrigo Pastana explicou que já existe um trabalho sendo feito nos bastidores mesmo no período de férias dos atletas.

“Já há um alinhamento de nossa temporada com a comissão técnica e departamento de futebol prevendo algumas fases, o desenvolvimento da equipe e objetivos. Com o desenvolver destes estágios e a implementação de um sistema de trabalho, podemos dizer que 2020 já começou. A apresentação da equipe técnica e dos atletas na primeira semana será o primeiro passo prático”, disse o dirigente, ao site oficial do Coritiba.

+ Jogadores que estão livres no mercado e podem reforçar o Coxa em 2020

Para iniciar seus trabalhos no Coxa, Barroca contará com sua própria comissão técnica, formada pelo preparador físico Anderson Gomes e o auxiliar-técnico Felipe Lucena.

A estreia do Verdão na temporada será no dia 19 de janeiro, um domingo, contra o FC Cascavel, às 18h, no Couto Pereira. E a sequência será pesada. Até o último dia do próximo mês, o Coritiba entrará em campo quatro vezes em um intervalo de 11 dias.

Somente em fevereiro é que haverá uma semana inteira de preparação entre uma rodada e outra. Ou seja, os primeiros dias do ano serão fundamentais para o treinador conhecer o grupo e apresentar sua forma de trabalhar.

+ Mais do Coxa:

+ Kelvin se despede do Coritiba após apenas nove jogos em três meses
+ Coritiba quer dar espaço pra piazada em 2020 e aposta em Barroca como trunfo