O sentimento no Coritiba é de alívio após conquistar sua primeira vitória no Brasileirão, neste domingo (23), contra o RB Bragantino, de virada, por 2 a 1, e deixar de lado uma sequência de seis jogos sem vencer.

“A derrota traz um peso grande no vestiário. Nós vivemos de resultado. Então, quando você tem seis resultados negativos, é óbvio que o ambiente fica ruim, a pressão fica grande, os jogadores se cobram. A vitória traz um alívio e a confiança aumenta”, disse Mozart, treinador da equipe na partida.

Tabela do Brasileirão 2020: veja a classificação e todos os jogos

Além dos resultados negativos, o Alviverde vinha de uma mudança geral no departamento de futebol, com Eduardo Barroca e Rodrigo Pastana demitidos. Mozart teve a missão de comandar a equipe antes de Jorginho, o novo treinador, assumir o time.

Revelado na base do Coxa, o ex-jogador e treinador interino cumpriu o seu papel. Sem muitas mudanças, o auxiliar fixo do clube optou pela manutenção da base do último jogo, mas com uma postura mais defensiva, sem correr tantos riscos.

Brasileirão 2020: Red Bull Bragantino x Coritiba – as informações do jogo no tempo real

“Em dois dias não se muda nada. É exaltar o que o Barroca fez até então. Eu dei continuidade, cada um tem seu gosto, fazemos alguns ajustes, mas não seria verdadeiro da minha parte dizer que eu mudei tudo”, comentou Mozart.

Pela primeira vez na competição, o Coritiba terá uma semana inteira de trabalho até o seu próximo jogo, contra o Sport, adversário direto na luta contra o rebaixamento, no domingo (30), no Couto Pereira.

+ Mais do Coxa:

+ Jorginho e Paulo Pelaipe retornam ao Coritiba
+ Coritiba: O trabalho contestado de Pastana na temporada 2020
+ Calendário do futebol brasileiro em 2021 começa quatro dias após fim do Brasileirão