O Coritiba anunciou, na noite desta quinta-feira (29), Rodrigo Santana como seu novo treinador para a sequência da temporada. O técnico de 38 anos já está em Curitiba e acompanhará das arquibancadas o duelo com o Atlético-GO, no próximo sábado (31), no Couto Pereira.

“Eu estou muito feliz e motivado com o desafio de iniciar um trabalho num clube tão grande como é o Coxa e muito confiante na nossa recuperação no Campeonato Brasileiro”, disse ele, em entrevista ao site oficial alviverde.

A escolha se concretizou após várias especulações no mercado. o Coxa tentou vários nomes, como Lisca, Ney Franco, Vanderlei Luxemburgo, Felipe Conceição e até Alex, mas ouviu vários nãos e foi recorrendo a um novo mercado.

Nome da nova geração de treinadores, Rodrigo Santana iniciou a carreira no Juventus-SP, em 2016. Depois, trabalhou na URT e em seguida no Atlético-MG, seu primeiro trabalho na Série A do Brasileirão.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Na atual temporada trabalhou no Avaí, mas ficou no clube catarinense por apenas cinco jogos e foi demitido no início de agosto.

Como terá pouco tempo de trabalho com o elenco, o técnico apenas acompanhará o jogo com o Dragão. O Coritiba será comandado por Pachequinho.

Quem é Rodrigo Santana?

Técnico desde 2010, Rodrigo trabalhou em clubes de pouca expressão ou em categorias de base até julho de 2018, quando foi contratado para trabalhar como auxiliar nas categorias de base do Atlético-MG. No Galo, passou a comandar o time sub-20 no mesmo ano.

Em abril de 2019 veio a grande chance. Ele assumiu interinamente a equipe principal após a saída de Levir Culpi e acabou efetivado meses depois. Mas, após 41 jogos, acabou demitido em outubro de 2019. No período, teve 18 vitórias, seis empates e 16 derrotas – 48% de aproveitamento

Seu trabalho seguinte foi no Avaí, contratado em fevereiro de 2020. Após retomada do futebol, em julho, o treinador não foi além da eliminação nas quartas de final do Catarinense. Ao todo, foram apenas cinco jogos: duas vitórias, dois empates e uma derrota e 46,6% de aproveitamento.

+ Mais do Coxa:

+ Pachequinho de volta ao Coritiba; confira o retrospecto do ídolo no comando
+ Chapa de Vialle é a primeira a se registrar pra eleição no Coritiba
+ Coritiba empresta meio-campista para o Vitória


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?