Ainda que a vitória do Coritiba por 1×0 em cima do Guarani, na última terça-feira (11), tenha aliviado momentaneamente a situação tensa que vive o clube diante da cobrança por resultados, os ares no Alto da Glória continuam pesados. A comissão ganhou mais tempo para trabalhar, mas os bastidores seguem fervendo e o time já tem a primeira baixa da intertemporada: o zagueiro Alan Costa, afastado por ato de indisciplina.

+ Leia mais: Deu treta entre os torcedores do Coxa e do Bugre

Por conta da realização da Copa América, o Coxa ficará por um mês com 12 pontos, na nona colocação na tabela da Série B do Campeonato Brasileiro. O objetivo inicial do clube era terminar o semestre no G4, ou seja, a meta não foi cumprida. No entanto, mesmo que não tenha alcançado este objetivo, ao menos o time não se distanciou tanto do pelotão do elite. Afinal, está a apenas três pontos do quarto colocado, a Ponte Preta, que tem 15 pontos.

Por isso, mesmo que o clima ainda esteja instável, o técnico Umberto Louzer acredita que terá um pouco mais de tranquilidade para utilizar as semanas sem jogos, encaradas como fundamentais para corrigir os erros. Fazendo uma avaliação sobre o desempenho do time até aqui, o comandante acredita que é possível que o time dê um salto de produtividade para seguir em busca do principal foco do ano: conseguir o acesso à Série A.

+ Veja ainda: Alan Costa recusa ser reserva e Coxa o coloca no mercado

“Oscilamos muito nessas oito rodadas, o que é normal em uma competição longa. As equipes que estão lá na frente vão oscilar em algum momento também, então vamos em busca desse crescimento para voltarmos o Coritiba para a primeira divisão”, garantiu.

O treinador, assim como o executivo de futebol Rodrigo Pastana, estavam com seus respectivos cargos ameaçados no clube devido ao rendimento abaixo do esperado. Em alguns jogos, o time deixou a vitória escapar nos detalhes, como em cobranças de pênaltis desperdiçadas e lances imperdíveis de gols. A falta de bons resultados refletiu no comando. Afinal, Pastana foi responsável pela montagem do elenco e Louzer não vem conseguindo fazer as peças se encaixarem. Mas, pelo menos por ora, eles devem ser mantidos.

+ Confira a classificação completa da Série B

A crise se agravou após a derrota, de virada, por 3×2 para o Paraná Clube, em pleno Couto Pereira, no último sábado. Além do revés, o time ficou sem poder contar com muitos atletas para a sequência, já que sofreu baixas por lesões e suspensão. O que já estava crítico piorou com o afastamento de Welinton Júnior, Arancibia e Alan Costa por decisão da comissão técnica. O caso mais grave foi o que envolveu o zagueiro, titular absoluto desde o início da temporada.

De acordo com Pastana, Alan Costa se recusou a seguir com a delegação para o confronto em Campinas e a atitude azedou de vez a relação. “O atleta se recusou a viajar para a partida de terça-feira, foi desconvocado, será multado e está à disposição no mercado para venda ou empréstimo. A decisão já foi informada ao jogador”, revelou à Tribuna do Paraná.