enkontra.com
Fechar busca

Athletico

Athletico Paranaense

Athletico Paranaense

Apoio

Torcedores do Wilstermann pedem “alma, vida e coração” pra vencer o Athletico

Torcida mostra desconfiança e não acredita em classificação às oitavas de final da Libertadores, mas espera vitória em cima do Furacão

  • Por Luiz Ferraz
O sapateiro Davi Catozeno, de 55 anos, confia em vitória, mas elogiou o time do Athletico. Foto: Albari Rosa

Cochabamba – A situação do Jorge Wilstermann, adversário do Athletico nesta quarta-feira (24), às 19h15, no Estádio Félix Petrelis, em Cochabamba, na Bolívia, não é das melhores. Nas ruas da cidade, não há uma grande mobilização para o duelo contra o Furacão e os torcedores dividem opiniões quanto à fase atual do Los Aviadores e sobre o embate decisivo. Do otimismo à desconfiança, a equipe boliviana deve ter o apoio das arquibancadas para manter viva a chance de classificação às oitavas de final da Libertadores.

Alma, vida e coração. É o que pede o torcedor Davi Catozeno, de 55 anos, que trabalha como sapateiro na Praça 14 de Setembro, que é uma das principais de Cochabamba. Para ele, o Jorge Wilstermann precisa de um verdadeiro milagre para conseguir avançar de fase.

+ Leia também: Imprensa boliviana aposta na altitude pro Jorge Wilstermann surpreender

“Realmente o Wilstermann não está bem, não está 100% bem. Temos confiança nos jogadores e que eles possam ter alma, vida e coração nessa partida contra o Paranaense para conseguir a vitória. Somente um milagre nos fará classificar. Temos que ganhar essas duas partidas em casa e torcer para outros resultados. É difícil, mas podemos classificar”, afirmou Catozeno.

O comerciante Gerson Arnez, de 23 anos, até acredita na vitória sobre o Athletico, mas sabe que a classificação é difícil. O torcedor criticou ainda a fase que vive o clube na temporada, não apenas na Libertadores, mas também no Campeonato Boliviano.

+ Mais na Tribuna: Furacão pode carimbar a vaga pra próxima fase da Libertadores

“Acredito que Wilstermann ganha esse jogo contra Paranaense por 2×0 ou 3×1. Mas a classificação é muito difícil. Houve a troca de treinador e isso era algo que a torcida já vinha pedindo. Tem muita coisa que precisa melhorar, mas agora é pensar primeiro no Paranaense e depois ver os outros resultados”, emendou o torcedor.

Para Davi Catozeno, a saída do técnico Miguel Ángel Portugal e a escolha de Norberto Kekéz pode dar um ânimo a mais para o time no duelo diante do Athletico. “Kekéz foi um treinador de vários times e também da nossa equipe. Creio que pode dar uma injeção de ânimo no time a partir de agora”, reforçou.

 + Viu essa? Jogar na Bolívia não traz boas recordações para o Athletico

Atual campeão da Copa Sul-Americana, o Rubro-Negro parece ter conquistado o respeito esperado no cenário da América do Sul. A prova é a forma como o Jorge Wilstermann e seus torcedores estão encarando a partida. Muito também pela grande campanha do Furacão até agora na Libertadores.

“O Paranaense é um time internacional, reconhecido a nível sul-americano. Tem uma boa equipe, mas acredito que o Wilstermann, jogando bem e honrando a camisa, dando a alma, a vida e o coração, pode conseguir a vitória”, projetou Catozeno.

“É o atual campeão da Copa Sul-Americana e tem que ser respeitado. É um time perigoso e provou isso na goleada no Brasil”, concluiu Gerson Arnez.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas