Os próximos dias serão de decisões para os times do Athletico. Enquanto a equipe de aspirantes vai tentar o bicampeonato paranaense diante do Toledo, neste domingo (21), às 16h, na Arena da Baixada, o grupo principal pode garantir a classificação antecipada às oitavas de final da Libertadores na quarta-feira que vem, dia 24, contra o Jorge Wilstermann, na Bolívia. Por isso, há ainda a indefinição se os jogadores que fazem parte dos dois grupos estarão à disposição do técnico Rafael Guanaes para a decisão do Estadual.

A definição vai acontecer durante a semana. Os zagueiros Robson Bambu, José Ivaldo e Paulo André e os meias Matheus Rossetto e Léo Cittadini, inscritos na Libertadores, ainda não têm presença garantida na final do Paranaense.

+ Leia também: Final do Paranaense servirá pro elenco de aspirantes definir futuro

“Isso ainda vai ser construído no decorrer da semana. Vamos conversar com o Tiago (Nunes, técnico do time principal) e traçar o planejamento. É o último jogo, então é importante contar com toda ajuda e toda força”, comentou Guanaes.

Esses cinco jogadores têm transitado nos grupos de aspirantes e principal. Por conta da partida no domingo e da viagem para a Bolívia que deve ocorrer na segunda-feira (22), quem Tiago Nunes escolher para viajar não deverá atuar no domingo contra o Porco.

+ Mais na Tribuna: Toledo vai montar paredão pra segurar o Furacão

Se isso ocorrer, o comandante dos aspirantes já não terá um repertório tão grande para escalar o Furacão para o duelo da volta. O Rubro-Negro sabe que terá que jogar muito mais do que na derrota por 1×0 sofrida na partida de ida, em Toledo. Para não depender de pênaltis para ficar com o título estadual, o Athletico terá que vencer o Porco por dois gols de diferença.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!