Mesmo que o Athletico ainda tenha dois jogos pelo Campeonato Brasileiro antes de ter o calendário interrompido por conta da realização da Copa América, o técnico Tiago Nunes destacou, após a vitória por 1×0 em cima do Fortaleza, que seu time teve sucesso em suas empreitadas nos primeiros seis meses do ano.

Com um calendário repleto de competições e, por isso, tendo que se dividir em diversas disputas, o treinador aprovou os resultados conquistados até aqui. Ao bater o Leão, nesta quarta-feira (5), na Arena da Baixada, o Furacão avançou às quartas de final da Copa do Brasil.

+ Leia também: Petraglia reclama de arbitragem: “Faz parte dos canalhas da CBF?”

O comandante rubro-negro lembrou das dificuldades de precisar submeter seu elenco a uma maratona pesada que incluiu Libertadores, Brasileirão, Recopa Sul-Americana e Copa do Brasil. Ainda assim, segundo ele, o grupo se saiu muito bem diante dos desafios.

“Cumprimos o primeiro semestre com sucesso. Como clube, somos campeões estaduais, estamos classificados para as oitavas da Libertadores, para as quartas da Copa do Brasil, infelizmente deixamos escapar a Recopa, mas vamos trabalhar para entregar a equipe em uma condição melhor na tabela do Campeonato Brasileiro antes da parada para a Copa América”, afirmou.

+ Mais na Tribuna: Torcida ficou devendo no jogo contra o Fortaleza

O Athletico encara o Palmeiras no sábado (8) e encerra o semestre contra o Goiás, no dia 13. Nunes quer aproveitar a oportunidade para somar alguns pontos importantes e contou que o fato de precisar jogar em algumas rodadas da competição com um time alternativo, nas derrotas por 2×0 para o Corinthians e 3×2 para o Flamengo, foi uma escolha difícil, mas necessária.

“Como clube, não temos uma experiência com um calendário tão grande. A gente tem que se adaptar e muitas vezes escolher competições e, com isso, corre-se o risco de cair fora de algumas”, explicou o treinador. Ainda sim, a esperança é de uma virada na competição. Atualmente, o Furacão soma dez pontos e é o 10º na classificação.

+ Viu essa? Ícone do futebol amador, Levi Mulford comemora 90 anos

“O Brasileiro é uma competição que temos o desejo de estar entre os primeiros e buscar a vaga para a Libertadores. Acredito que temos condições para isso”, garantiu ele, que ressaltou que o time até o momento cumpriu com maestria os desafios.

“Mesmo com um calendário tão extenso a gente conseguiu a classificação para a Libertadores, Copa do Brasil, fizemos uma final digna na Recopa, e estamos numa posição de meio de tabela no Brasileiro. Na minha opinião, a gente cumpriu um dever que era muito difícil”, finalizou.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!