Depois de ter sido eliminado já na estreia do Torneio de Acapulco, na semana passada, Thomaz Bellucci caiu uma posição no ranking da ATP, atualizado nesta segunda-feira, e voltou a figurar no 38.º lugar. Na segunda passada, o brasileiro havia subido para a 37.ª colocação, embora tenha sido eliminado também em uma primeira rodada, em Buenos Aires. Naquela ocasião, porém, ele foi beneficiado da queda do checo Radek Stepanek para galgar um posto.

Em má fase no circuito profissional, o tenista número 1 do Brasil agora vê sério risco de deixar o top 40 do ranking, pois ele defenderá no Masters 1.000 de Indian Wells, que começa nesta semana, os 90 pontos que conquistou no ano passado por ter avançado às oitavas de final do torneio norte-americano.

Bellucci ainda espera pela definição do seu adversário na estreia na competição cuja chave principal começará na quinta-feira, mas o fato é que o próprio tenista admitiu, após encerrar sua participação em Acapulco, que precisa recuperar a confiança para poder emendar uma sequência de bons resultados.

Já o espanhol Rafael Nadal, que se sagrou campeão no México no último fim de semana, se manteve no quinto lugar do ranking, mas diminuiu a diferença de pontos em relação ao compatriota David Ferrer, ainda quarto colocado após ser arrasado na decisão do torneio mexicano. Nadal, porém, tem chances matemáticas de ultrapassar Ferrer nos Masters de Indian Wells e Miami, próximos dois torneios do calendário.

A liderança do ranking da ATP segue tranquila nas mãos do sérvio Novak Djokovic, que chegou aos 13.280 pontos depois de ter se sagrado campeão do Torneio de Dubai, no último sábado. Assim, ele aumentou ainda mais sua vantagem sobre o suíço Roger Federer, que não conseguiu defender todos os pontos que precisava como campeão do ATP dos Emirados Árabes Unidos de 2012. Desta vez, ele acabou eliminado na semifinal pelo checo Tomas Berdych, vice-campeão e que segue em sexto lugar do ranking.

A principal novidade no top 20 do ranking foi a troca de posições entre o espanhol Nicolás Almagro, novo 11.º colocado, e o croata Marin Cilic, que caiu para o 12.º lugar. Outra inversão de posições envolveu o canadense Milos Raonic e o suíço Stanislas Wawrinka, agora respectivos 17.º e 18.º da ATP.

Já o letão Ernest Gulbis, surpreendente campeão do Torneio de Delray Beach, no último domingo, saltou 42 colocações e chegou ao 67.º lugar.

DUPLAS – Eliminado na semifinal de duplas do Torneio de Acapulco, Bruno Soares avançou duas posições no ranking individual desta especialidade, nesta segunda-feira. Ele virou o 16.º mais bem colocado duplista da ATP, seguindo logo à frente do seu compatriota Marcelo Melo, que também galgou duas colocações.

Confira o ranking atualizado da ATP:

1.º Novak Djokovic (SER), 13.280 pontos

2.º Roger Federer (SUI), 9.535

3.º Andy Murray (GBR), 8.180

4.º David Ferrer (ESP), 6.665

5.º Rafael Nadal (ESP), 6.105

6.º Tomas Berdych (RCH), 4.740

7.º Juan Martín del Potro (ARG), 4.410

8.º Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 3.660

9.º Janko Tipsarevic (SER), 3.125

10.º Richard Gasquet (FRA), 2.880

11.º Nicolás Almagro (ESP), 2.570

12.º Marin Cilic (CRO), 2.535

13.º Gilles Simon (FRA), 2.390

14.º Juan Monaco (ARG), 2.180

15.º John Isner (EUA), 2.125

16.º Kei Nishikori (JAP), 2.100

17.º Milos Raonic (CAN), 2.050

18.º Stanislas Wawrinka (SUI), 1.915

19.º Tommy Haas (ALE), 1.860

20.º Andreas Seppi (ITA), 1.765

38.º Thomaz Bellucci (BRA), 1.032

114.º Rogério Dutra Silva (BRA), 465

126.º João Souza (BRA), 432

149.º Thiago Alves (BRA), 364