Uma das coisas mais chatas que existe é dormir ouvindo aquele ronco, ao melhor estilo “motor de trator”. E quando o cutucão no marido ou na mulher não funciona, pode ser que o culpado por tanto barulho possa ser o cachorro. Isso mesmo, assim como os humanos, os cães podem roncar durante o sono. Mas afinal, por que isso acontece?

+ Leia mais:  Ranking revela os nomes de cachorro preferidos pelos brasileiros em 2018

De acordo com veterinários, todos os cães podem roncar uma vez ou outra, mas alguns fatores como questões genéticas ou problemas de saúde podem provocar os roncos frequentes nos pets. E apesar da situação parecer engraçada, roncar geralmente é sinal de que algo não vai bem com o cachorro.

Entre os cães, os que mais roncam costumam ser os pugs, shih tzus, lhasa apsos, buldogues, raças de focinho curto e achatado, ou braquicefálicas. No caso destes animais, a anatomia do focinho e do palato – o céu da boca – faz com que a respiração deles gere mais ruído durante a passagem do ar das narinas até a traqueia.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

E não é só isso, o ronco também é comum em cachorros obesos e nos pets que têm algum tipo de alergia. Nos cães mais gordinhos, o excesso de peso pode dificultar a respiração, provocando o ronco. Alergias à fumaça do cigarro, poluição, pó e até ao pólen também podem resultar em problemas respiratórios que trancam o nariz do cachorro e levam ao “barulhão” durante o sono.

+ Leia também: Xô pulgas, carrapatos e parasitas! Proteja seu animalzinho e evite infestações

Doenças como gripes, resfriados e pneumonias são outras situações capazes de obstruir as narinas dos animais, levando ao ronco. Além delas, a existência de tumores e disfunções da glândula tireoide em pets que roncam muito também podem ser investigadas pelos veterinários. E ainda há a possibilidade do ronco ser causado por problemas nos dentes dos cães.  Por último, o ronco pode não ser nada de mais, sendo provocado simplesmente pela posição que o cão escolheu para dormir.

O que fazer?

Se seu cachorro ronca de vez em quando, experimente fazer com que ele mude de posição ao dormir. Deitar de lado pode ser melhor do que dormir de barriga para cima. Mas se seu cão ronca muito ou tem dificuldade para respirar durante o sono, a melhor coisa a ser feita é levá-lo a um médico veterinário.

+ Leia ainda: Medo de trovões? Confira 10 dicas para tranquilizar seu pet

É o veterinário quem poderá fazer os exames que podem determinar o que provoca os roncos, indicando o tratamento ou as mudanças necessárias que podem dar mais saúde e qualidade de vida ao animal.

Fique esperto e ajude seu amigão a dormir melhor e acabar com os ingratos roncos!

Quer contar uma história com seu pet, sugerir um tema ou publicar a foto de um animal disponível para adoção? Escreva para gente: animal@tribunadoparana.com.br

Adoção responsável

Salem tem três meses e já está castrado, pronto para conhecer sua nova família. Para adotar e levar este lindo gatinho para sua casa, fale com a Paty Castro (41) 99571-6983. Foto: Divulgação
Salem tem três meses e já está castrado, pronto para conhecer sua nova família. Para adotar e levar este lindo gatinho para sua casa, fale com a Paty Castro (41) 99571-6983. Foto: Divulgação

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Conheça as 10 raças de cachorro mais amadas pelos brasileiros