Gaúcha de Bagé, a peso-palha Marina Rodriguez está em franca ascensão no UFC. Após ter estreado com um empate com Randa Markos, no ano passado, em São Paulo, a brasileira superou Jessica Aguilar em março, nos Estados Unidos, e passou também por Tecia Torres, em agosto, no Uruguai.

O bom momento rendeu uma vaga no co-evento principal do UFC Washington, neste sábado, a partir das 20h (horário de Brasília), nos Estados Unidos. “Fazer uma das lutas principais do Ultimate chama mais a atenção de todos. É uma motivação a mais pra mim. Estávamos pensando em fazer uma luta em dezembro e deu certo. Então, estamos bem preparados pra isso”, disse Marina com exclusividade à Tribuna.

+ UFC Washington: Confira card completo, análises e palpites

Com 32 anos, a atleta da Thai Brasil é a nona colocada na categoria peso-palha. Uma nova vitória pode coloca-la lá no topo. Porém, a brasileira não tem ligado muito para o ranking. “É uma questão que eu não me importo. Vencendo e de maneira expressiva pode fazer com que eu suba, mas tem muita menina dura, é uma das categorias mais disputadas”, frisou a gaúcha.

Além de Marina, o UFC Washington deste sábado com a presença de outros dois brasileiros: Thiago Pitbull e Virna Jandiroba.