Diversão em segurança

Cachorro na piscina? 10 cuidados importantes com a “natação” canina

Nadar na piscina é uma atividade muito divertida para os cães, mas exige cuidados (Imagem: Denis Moskvinov | Shutterstock)

No calor, a piscina pode ser uma excelente forma de se refrescar tanto para os tutores quanto para os cachorros, oferecendo também um momento de diversão a ambos. No entanto, é crucial ter consciência de que essa atividade demanda cuidados especiais que visam assegurar a segurança e o bem-estar do animal. Por isso, a seguir, confira algumas dicas para tornar esse momento mais seguro para o seu cão! 

LEIA MAIS – Cachorro na praia: 12 cuidados para ter na areia, mar e com o calor

1. Supervisão constante 

É crucial supervisionar o cachorro enquanto ele estiver na área da piscina. Isso é importante para evitar possíveis acidentes, como afogamentos, garantindo que o animal não entre na água sem supervisão. 

2. Ensine a sair da piscina 

Treine seu cachorro para sair da piscina usando rampas ou escadas específicas para cães. Ensinar essa habilidade é fundamental para que ele possa sair da água facilmente quando necessário. 

3. Treinamento prévio 

Antes de permitir que o cachorro nade na piscina, é recomendável treiná-lo gradualmente. Introduza-o à água lentamente, oferecendo recompensas para criar associações positivas com a experiência aquática. 

Cachorro com boia e óculos de sol
Para alguns cachorros, também é ideal ter um colete salva-vidas ou equipamentos de flutuação (Imagem: Happy Pets Photography | Shutterstock)

4. Flutuação e coletes salva-vidas 

Para cães que não são naturalmente adeptos à natação, considere o uso de coletes salva-vidas ou outros dispositivos de flutuação apropriados para proporcionar segurança adicional enquanto estão na água. 

5. Mantenha as unhas curtas 

Unhas longas podem causar dificuldades ao nadar, portanto mantenha as do seu cachorro sempre aparadas para ajudar na locomoção na água e evitar acidentes. 

6. Monitore o cansaço 

Fique atento aos sinais de cansaço do seu animal enquanto ele estiver nadando. A fadiga pode ocorrer rapidamente, especialmente se o cão não estiver acostumado à natação, então retire-o da água quando necessário. 

7. Limpeza e tratamento da água 

Mantenha a água da piscina limpa e bem tratada para evitar irritações na pele do seu cachorro devido a produtos químicos ou à sujeira acumulada. 

8. Evite ingestão de água da piscina 

Evite que seu cachorro beba água da piscina, pois os produtos químicos utilizados na limpeza podem ser prejudiciais à saúde dele. 

9. Cuidados pós-natação 

Após o mergulho na piscina, enxágue o pelo do cachorro com água limpa para remover qualquer cloro ou produtos químicos, prevenindo assim possíveis irritações na pele

10. Limite o tempo na água 

Não permita que o cachorro passe muito tempo na piscina. Sessões curtas de natação são mais seguras, especialmente se ele não estiver acostumado ou se cansar facilmente. 

Você já viu essas?

Denúncia de crime ambiental para derrubada de centenas de árvores em Curitiba
Denuncie!

Denúncia de crime ambiental para derrubada de centenas de árvores em Curitiba

Bar raiz em Curitiba “captura” clientes por horas; Comida boa, cerveja gelada e proteção do Papa
Clássico!!

Bar raiz em Curitiba “captura” clientes por horas; Comida boa, cerveja gelada e proteção do Papa

“Uber” para caminhoneiros, empresa de Curitiba fatura milhões
Inteligência

“Uber” para caminhoneiros, empresa de Curitiba fatura milhões

Whatsapp da Tribuna do Paraná
RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba as notícias do seu bairro e do seu time pelo WhatsApp.